A grande pergunta da NBA no momento é: quem poderá parar o Memphis Grizzlies? A equipe conquistou a décima vitória seguida nessa terça-feira, após derrotar o Golden State Warriors em San Francisco. O time do Tennessee, além disso, estendeu a maior sequência de resultados positivos de sua história. Para Ja Morant, esse triunfo prova para quem ainda duvidava que o Grizzlies como um dos melhores times da NBA. 

 

“Nós somos um dos melhores times da liga, primeiramente. Sinto que esse é o principal ponto que estamos provando nessas últimas partidas. Além de que mostramos o quanto nosso elenco é profundo e cheio de alternativas. Enfrentamos times com características muito diferentes, mas sempre encontramos uma maneira de vencer. Estamos juntos e lutando”, exaltou o jovem astro, em entrevista após a vitória por 116 a 108. 

A sequência de vitórias do Grizzlies é especialmente impressionante por causa dos times que conseguiu derrotar. O Warriors foi somente uma das potências que os comandados de Taylor Jenkins deixaram para trás, na verdade. A série incluiu também triunfos, por exemplo, diante do Phoenix Suns, Brooklyn Nets e Los Angeles Lakers (duas vezes). O técnico Steve Kerr está convencido de que Memphis já faz parte da elite da NBA. 

“Memphis tornou-se um dos melhores times da liga, certamente. É uma reconstrução de elenco muito bem feita. Esse foi um duelo à altura, aliás, de duas das melhores equipes da temporada. Eles estão mais ‘quentes’ agora, mas conseguimos nos recuperar de um primeiro tempo ruim e tivemos chance de vencer. Só não jogamos bem o bastante, no fim das contas, para fechar a partida”, reconheceu o treinador do Warriors. 

Polêmica com criança 

A 10a vitória consecutiva, porém, não aconteceu sem uma pequena polêmica. Morant fez a cesta que sacramentou o triunfo do time e um garoto com a camisa do Warriors levantou a mão para ser cumprimentado. Ele não somente se recusou a bater em sua mão, mas também fez alguns comentários raivosos contra o menino. Ele admite que essa reação foi tempestuosa. Não se vê, no entanto, como lado errado na história. 

“Nós somos Memphis. Parecia que ele queria torcer por nossa equipe, mas usar aquela camisa foi desrespeitoso para mim. Até peço desculpas agora, pois foi uma reação no calor do momento. No entanto, se quiser um cumprimento meu, vista a camisa certa. Peço que alguém encontre as informações sobre esse garoto porque eu mesmo quero enviar-lhe nossa camisa”, avisou o atual melhor jogador da semana no Oeste. 

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER