O Brasil está na final do Pré-Olímpico de basquete, que está sendo disputado em Split, na Croácia. Após vencer o México, por 102 a 74, a seleção comandada pelo técnico Aleksandar Petrovic, vai enfrentar a Alemanha na decisão e, para o armador Marcelinho Huertas, o time precisa jogar da mesma maneira contra o adversário para garantir a vaga nas Olimpíadas de Tóquio.

“Precisamos seguir o plano de jogo e que a gente jogue da mesma maneira que a gente vem jogando, um jogo muito coletivo”, afirmou o armador do Lenovo Tenerife. “E, que a gente possa entrar com esse espírito ganhador, que tenho certeza que, se a gente fizer tudo o que fizemos até agora, da mesma maneira, nós vamos conseguir essa vaga para Tóquio”.

O ex-jogador do Los Angeles Lakers ainda ressaltou a qualidade do time alemão, que superou a anfitriã Croácia por 86 a 76 neste sábado, com 29 pontos e oito assistências do bom armador Maodo Lo, do Alba Berlim.

“A final amanhã contra Alemanha, que desbancou os donos da casa, ganhou os três jogos de virada, jogos apertados, um time que hoje ganhou muita confiança, com  jogadores que estão tendo poucos minutos e entraram muito bem”, disse. “Enfim, é um time grande, físico, espero que a gente possa entrar com a mesma pegada, a mesma mentalidade e dos dois lados da quadra”.

Um dos destaques da seleção, Huertas possui 17 assistências (5.7 por partida) e apenas três erros de ataque na competição. Na última temporada da liga ACB, ele obteve médias de 14.2 pontos, 6.1 assistências, além dos ótimos aproveitamentos nos arremessos de três (42.1%) e lances livres (92.5%) em 35 jogos disputados.

A decisão acontece neste domingo, às 14h30 (horário de Brasília), com transmissão do SporTV 2.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER