O ala-armador Collin Sexton faz, em 2020-21, sua melhor temporada da carreira, iniciada em 2018-19 no Cleveland Cavaliers, mas jogadores da equipe estariam cada vez mais irritados com a forma “fominha” do atleta, segundo o jornalista Joe Vardon, do site The Athletic. Atletas do time de Ohio relataram que adversários fazem piada sobre o assunto.

“Fique tranquilo, você sabe que ele não vai passar a bola”, seria uma das provocações utilizadas por oponentes, de acordo com Vardon.

Sexton, de fato, monopoliza as ações ofensivas do Cavs, mas não chega a ser tão absurda. Ele é o 23° com o maior usage rate da NBA (valor estimado por um atleta sobre o quanto ele é utilizado enquanto está em quadra), mas apenas cinco jogadores estão acima dele tem um percentual tão baixo de assistências (21%, segundo o site Basketball Reference).

Sem chances de classificação para os playoffs, o Cavs possui apenas 21 vitórias e 43 derrotas, ocupando o 13° lugar na conferência Leste. Desde a saída de LeBron James para o Los Angeles Lakers, o time não vai para a pós-temporada.

Na temporada passada, em um determinado lance, o veterano Kevin Love demonstrou sua irritação com Sexton sobre o assunto. No jogo contra o Oklahoma City Thunder, o Cavaliers tinha oportunidade de tentar a cesta rápida para ter uma nova oportunidade de atacar antes do intervalo, mas o jogador ficou batendo bola, longe da cesta, sem qualquer objetivo. Love pediu a bola e deu um passe forte para Cedi Osman, que sofreu falta em arremesso de três. No lance seguinte, Chris Paul, então no Thunder, fez cesta no estouro do cronômetro.

A diretoria do Cavaliers, entretanto, não pensa em trocar Sexton. Pelo contrário, o jogador faz parte dos planos futuros da equipe como a principal opção ofensiva para os próximos anos. Oitava escolha do draft de 2018, ele é o cestinha do Cavs com média de 24.4 pontos, além de 4.1 assistências e 37.8% de aproveitamento nos arremessos de três, em 52 jogos disputados.