A lenda do Los Angeles Lakers, Kareem Abdul-Jabbar, tem sido um dos maiores críticos aos os atletas que não estão recebendo a vacina contra a COVID-19, e, desta vez, o alvo foi LeBron James. O grande astro da atualidade na NBA disse, recentemente, que tomar ou não a injeção contra a doença é uma decisão pessoal. No entanto, essa afirmação desagradou ao ex-pivô.

“Sou um grande fã de LeBron James, como um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos e como um humanitário que se preocupa com a injustiça social. Eu o admiro e tenho carinho por ele. Mas, desta vez, LeBron está simplesmente errado, e estar errado pode ser mortal, especialmente para a comunidade negra”, escreveu Abdul-Jabbar, em um artigo publicado no site Substack.

As críticas não pararam por aí

Recentemente, Draymond Green, ala-pivô do Golden State Warriors, também afirmou que tomar ou não a vacina é uma escolha pessoal de cada atleta. Coerente, Abdul-Jabbar também discorreu sobre essa fala problemática.

“Superficialmente, parece que Draymond e LeBron estão defendendo o ideal americano de liberdade de escolha individual. Mas eles não oferecem argumentos para apoiá-lo, nem definem os limites de quando a escolha de uma pessoa é prejudicial para a comunidade. Eles estão apenas gritando: ‘Eu sou pela liberdade’. Somos todos pela liberdade, mas não às custas dos outros, nem se isso prejudicar o país. É por isso que exigimos cintos de segurança, capacetes para motociclistas, seguro de carro e educação para os nossos filhos. Por exemplo, a conformidade com o cinto de segurança é de 88% nos EUA, mas os 12% que não cumprem resultam em 47% das fatalidades em acidentes de carro (17.000) e custam aos empregadores dos EUA US$5 bilhões por ano. E esses custos são repassados para nós. Eles fizeram a escolha, mas nós, sobreviventes, somos responsáveis por lidar com a dor e o preço”, afirmou Kareem.

Abdul-Jabbar vem sendo um dos maiores apoiadores da vacina contra a COVID. Nesse mesmo artigo, o histórico pivô também fez críticas a Bradley Beal, astro do Washington Wizards e um dos poucos atletas da NBA que ainda não se imunizaram. Até o momento, além dele, a lista de não vacinados inclui Kyrie Irving (Brooklyn Nets), Jonathan Isaac (Orlando Magic) e Michael Porter (Denver Nuggets). Por outro lado, a NBA revelou que 90% dos seus atletas já estão imunizados.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER