A temporada está próxima de cumprir metade do calendário regular e, por enquanto, o Los Angeles Lakers segue uma enorme decepção. O time, antes candidato ao título, possui recorde negativo e mal se segura na zona de play-in do Oeste. É normal, então, que mudanças sejam especuladas no elenco. Kendrick Perkins, por exemplo, já não vê outra maneira de colocar o Lakers nos eixos além da troca de Russell Westbrook. 

 

“A maior conclusão rodada de Natal é que o Lakers simplesmente não está bem e, dessa maneira, uma negociação precisa ser feita. Diversas pessoas estão falando de Anthony Davis recentemente, mas discordo. Eu acho que quem deve ser trocado é Russell. Essa equipe deve seguir em frente sem ele”, afirmou o controverso comentarista da ESPN, após a tradicional rodada de 25 de dezembro na NBA.  

A análise do ex-pivô ocorreu logo depois da derrota do time na rodada de Natal, contra o Brooklyn Nets. Foi o quinto resultado negativo consecutivo, aliás, do outrora favorito do Oeste. Westbrook anotou mais um triplo-duplo, mas ficou mais marcado por acertar só quatro de 20 arremessos de quadra. O astro LeBron James, por isso, fez questão de defender publicamente o companheiro de elenco depois da partida.    

“Russell nos deu posses extras e, além disso, encontrou bons passes em torno da cesta. Os arremessos não caíram, mas, se um jogador entrega tudo em quadra em termos de esforço, não tenho problemas com isso. Essa é uma liga de cestas e erros, em síntese. Existem aqueles dias em que, infelizmente, a bola não cai”, ponderou o experiente ala, que acabou o duelo com 39 pontos.  

“Tenho jogado bem” 

Críticas são uma constante na carreira de Westbrook e, assim, ele já aprendeu a lidar com esses comentários. Faz parte do seu dia-a-dia, basicamente. Mas, dessa vez em particular, o ex-MVP da liga acredita ser injustiçado por torcedores e especialistas. Os problemas do Lakers, primeiramente, são maiores do que um jogador específico. E, acima de tudo, ele não tem dúvidas de que está jogando bem.  

“Eu estou tentando fazer o melhor possível pelo time, em suma. Todos querem que faça coisas diferentes, mas não funciona assim. Só entro em quadra, então, para fazer o que sempre fiz: competir duro e tornar os meus companheiros melhores. Eu acho que tenho jogado bem, sinceramente. Pedem que eu jogue e apenas seja Russell, mas ninguém sabe o que é realmente isso além de mim”, assegurou o armador. 

O técnico interino do Lakers, David Fizdale, obviamente não concorda com Perkins sobre a necessidade de troca de Westbrook. A sua intenção agora, pelo contrário, é criar clima para que fique mais confortável na franquia. “Russell coloca muita pressão sobre si, pois quer vencer mais do que tudo. É difícil, então, quando nada funciona. Só desejo aliviar um pouco dessa pressão porque ele importa-se muito com as vitórias”, explicou.  

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER