John Wall está disponível para troca no Houston Rockets, pois não vai jogar mais com a camisa da equipe texana. E um dos analistas de NBA mais polêmicos da televisão norte-americana parece empenhado em recolocar o armador em um time competitivo da liga, como o Philadelphia 76ers. O ex-pivô Kendrick Perkins, na verdade, defende que Wall seria mais valioso para fazer um Sixers postulante ao título do que Ben Simmons. 

 

“Eu não sei qual é a exata situação de Ben, mas realmente acho que John seria melhor para a equipe e atuando ao lado de Joel Embiid do que Simmons é. Digo isso porque ele vai tentar os arremessos e ser agressivo em relação à cesta como necessitam. Não terá medo de ser mandado para a linha dos lances livres a cada infiltração esboçada”, analisou o comentarista da ESPN, em entrevista à rádio Sirius XM 

Perkins soa ter transformado a defesa de Wall em um tipo de missão pessoal. Essa não é a primeira vez que o veterano defende que candidatos ao título deveriam tentar adquiri-lo em uma negociação. Além do Sixers, ele indicou Los Angeles Clippers e New Orleans Pelicans como destinos ideais para o atleta. Seu desempenho na campanha passada, mesmo em um Rockets à deriva, serve de argumento para o analista. 

   

“Na última temporada, nós já vimos flashes do astro que conhecemos no passado. John ainda teve médias de 20 pontos e sete assistências. Só converteu 40% dos arremessos de quadra porque nunca conseguiu adquirir ritmo na reconstrução do time de Houston. Ele ainda está no auge da carreira. Acredito que na situação correta, com os técnicos e companheiros ideais, possa ajudar franquias”, assegurou o ex-jogador. 

Contrato quase inviabiliza troca por Wall

O grande empecilho para que alguém contrate Wall é a questão financeira: tem mais de US$91 milhões em salários a receber pelas próximas duas temporadas. Perkins, ainda assim, garante que Wall seria melhor para o Sixers do que Simmons. “Eu sei que o seu contrato é enorme, mas, no fim das contas, ainda acho que tenha basquete o bastante para oferecer aos candidatos ao título, como Philadelphia”, concluiu. 

 

Independentemente da aquisição do experiente armador, a franquia da Pensilvânia não terá Simmons na próxima temporada. O jovem astro pediu para ser trocado e ameaça não se reapresentar para o começo da campanha, assumindo pagar multa rescisória milionária ao time. Múltiplas fontes confirmam que uma reconciliação entre as partes é virtualmente impossível e a saída é questão de tempo.   

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER