O “casamento” de Kevin Love com o Cleveland Cavaliers sempre esteve em crise, mas o ala-pivô parece bem interessado em se separar do time de Ohio e se juntar ao Portland Trail Blazers. Love, que nasceu na região de Los Angeles, passou boa parte da infância no Oregon e gostaria de voltar para Portland, nem que seja para encerrar a carreira.

“Quem não gostaria de jogar ao lado de Damian Lillard? Este é o primeiro ponto. Ele é especial, ele é incrível”, afirmou Love ao jornalista Chris Haynes, do site Yahoo! Sports. “Eu peço Portland. As pessoas me perguntam de onde eu sou. Eu passei toda a minha formação escolar, eu cresci em Portland. As pessoas me perguntam onde eu nasci. Obviamente, digo Los Angeles”.

Cinco vezes All Star, o atleta está em fase ruim no Cavs. O ápice disso aconteceu na semana passada, quando o time enfrentou o Toronto Raptors. Love, irritado com uma jogada defensiva de sua equipe, fez reposição de bola para longe de qualquer colega do Cavaliers e o Raptors fez de três (confira no vídeo abaixo).

Entretanto, uma eventual saída, seja para onde for, não será tão fácil. Love possui contrato até 2022-23 com o Cavs e vai receber, anualmente, cerca de US$30 milhões até lá. O Blazers, hoje, teria de envolver diversos jogadores para conseguir uma troca. Robert Covington e Derrick Jones, que possuem acordos até a próxima temporada, somam aproximadamente US$22.6 milhões. Resta saber se a diretoria do Blazers estaria disposta a oferecer tais atletas.

Na carreira, Love possui médias de 18.0 pontos, 11 rebotes e aproveitamento de 37% nos arremessos de três, em 734 partidas disputadas.

“Portland sempre será um lugar especial em meu coração. Não importa se será no fim da minha carreira, se será em seis meses. Não importa se vai acontecer. Se eu estiver usando a camisa de Portland, será especial. Eu estarei jogando em casa”, concluiu.