Lakers não vence jogos seguidos há mais de dois meses

Em temporada muito decepcionante, time angelino não conquista vitórias em jogos consecutivos desde 08 de janeiro

lakers vence jogos seguidos Fonte: Patrick Smith/AFP

A temporada do Los Angeles Lakers consolidou-se como uma enorme decepção após a virada do ano. A franquia venceu as quatro primeiras partidas realizadas em 2022, mas, depois dessa ótima sequência, os resultados têm sido desastrosos. Uma informação, em particular, é reveladora sobre o rendimento do time. O Lakers simplesmente não vence jogos seguidos desde 08 de janeiro, ou seja, há 31 compromissos. 

 

Os angelinos ganharam só nove dos últimos 31 jogos e, com isso, acabam de despencar para a 10a posição do Oeste. A equipe não conquistou duas vitórias consecutivas, mas, enquanto isso, acumulou cinco sequências de três ou mais derrotas. Por isso, agora, o time californiano está muito mais próximo de deixar até a zona de play-in do que ficar entre os seis primeiros da conferência. 

Publicidade

“Eu não gosto de nosso recorde, certamente. Perder tanto assim, afinal, não é divertido. Acho, no entanto, que a percepção geral da direção em que estamos andando e nossas chances é muito diferente da noção interna aqui. Realmente acreditamos que podemos fazer muito mais do que nossa atual campanha sugere”, afirmou o técnico Frank Vogel, ainda esperançoso sobre uma “recuperação tardia” da equipe. 

Volta por cima 

Esse período em que o Lakers não vence jogos seguidos coincide, não por acaso, com o desfalque do craque Anthony Davis. Ele só participou de dez das 31 partidas e, como resultado, a equipe conquistou quatro vitórias nesse intervalo. O ala-armador Kendrick Nunn, além disso, também está lesionado e tem retorno incerto na temporada. Mesmo assim, Vogel está otimista com as perspectivas do time na campanha.  

Publicidade

“Nós sentimos que teremos a oportunidade de jogar o play-in e, assim, tudo pode já ser bem diferente. Esperamos estar apresentando nosso melhor basquete e ter Anthony de volta, por exemplo. Se continuarmos crescendo e encontrarmos esse nível de atuação, então, acreditamos que podemos fazer muito barulho ainda nesse ano”, concluiu o treinador, reforçando sua esperança em um Lakers completo e saudável.  

 

Publicidade

  

Leia mais 

Magic Johnson defende Westbrook de “humilhação” no Lakers
Rob Pelinka não correria risco de demissão no Lakers
Artigo – No fim, Lakers ainda é o melhor entre os piores 

Publicidade

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Publicidade

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram 

 

Últimas Notícias

Comentários