Nesta quinta-feira (30), um dos principais nomes da história da NBA completou 37 anos. Assim, LeBron James terá que se deparar, cada vez mais, com assuntos relacionados à sua aposentadoria. Para o astro, no entanto, este não é um tema que lhe causa dores de cabeça. Portanto, acredita que quando chegar a hora de parar, estará tranqulo com a decisão.

Natural que LeBron pense dessa forma. Afinal, poucos conseguiram manter, nesta idade, o nível que ele está jogando. James já é o terceiro atleta com mais minutos em quadra na história da NBA – considerando temporada regular e playoffs. Ele fiica atrás apenas de Karl Malone e Kareem Abdul-Jabbar. Além deste feito, na última terça-feira (28), a estrela do Los Angeles Lakers ultrapassou a marca de 36 mil pontos na carreira, se aproximando ainda mais do segundo lugar de todos os tempos.

Nas vésperas do seu aniversário, LeBron foi questionado sobre como se sentia a respeito de estar se aproximando da aposentadoria. Ao ClutchPoints, o astro admitiu que não é mais um garoto, mas é seu corpo quem ditará o tempo.

“Ainda estou jogando em um nível alto e não pensei muito nisso. Mas, estou no meu 19º ano [na NBA] e não vou terei outros 19. Então, definitivamente não estou na metade da minha carreira. Estou do outro lado da colina. Vamos ver até onde o jogo me leva. Vamos ver onde meu corpo e mente me levam. Contanto que minha mente permaneça fresca e meu corpo permaneça com ela, posso jogar. Porém, no final, é o jogo que dirá a mim. Quando chegar a hora, estarei bem com isso”, declarou James.

Em outras oportunidades, LeBron afirmou que gostaria de estar em atividade quando seu filho mais velho, Bronny James, puder ser draftado. Ou seja, a temporada em que James completará 40 anos. Por outro lado, seu contrato atual é válido por mais dois anos após. Assim, seria necessária uma extensão por mais uma ano. Algo que, certamente, o Lakers faria sem hesitação.

Temporada de MVP?

No auge dos seus 36 anos, LeBron James vem fazendo uma temporada impressionante. Mesmo com lesões, COVID-19 e o time não correspondendo às expectativas, seu desempenho individual é excelente. Dessa forma, se observarmos apenas os últimos cinco jogos do camisa 6, seria o suficiente para vermos o alto nível de basquete apresentado por ele. Neste período, suas médias são de 34.4 pontos, dez rebotes, 6.4 assistências, além de 58.2% de aproveitamento em arremessos de quadra.

Entretanto, ao longo dos 24 jogos que disputou em 2021-22, os números seguem altos: 28 pontos, 7.2 rebotes, 6.8 assistências e 52% nos arremessos, em média.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram