A tão esperada volta de LeBron James às quadras aconteceu na noite de sexta-feira, na derrota do Los Angeles Lakers para o Sacramento Kings. O astro, que não atuava desde o dia 20 de março, a maior ausência de toda a carreira, por conta de uma lesão no tornozelo, anotou 16 pontos, pegou oito rebotes e distribuiu sete assistências em 32 minutos.

Ainda longe de suas melhores condições físicas, o camisa 23 falhou no arremesso que poderia dar a vitória ao Lakers ou, pelo menos, empatar, quando restavam cerca de cinco segundos para o fim. James afirmou que sentiu o tornozelo ainda um pouco endurecido, mas que conseguiu fazer boa parte de seus lances como antes.

“Para o meu primeiro jogo em seis semanas, eu me senti bem”, disse. “Sobre minha velocidade, foi tudo bem. Meu tornozelo ainda parecia um pouco endurecido, de vez em quando, mas eu consegui sair ileso e bem. Então, foi um bom início”.

Ontem, foi o primeiro jogo em que o time contou com Anthony Davis e LeBron desde o dia 14 de fevereiro. Davis teve uma lesão no tendão de Aquiles, que o tirou do Jogo das Estrelas. Na época, o time californiano era o segundo colocado na conferência Oeste, com 21 vitórias e sete derrotas, logo atrás do Utah Jazz. No entanto, com a contusão de James, a equipe despencou para o quinto lugar. Com o resultado diante do Kings, corre o risco de o Lakers perder postos para Dallas Mavericks (uma vitória a menos, em sexto) e Portland Trail Blazers (uma derrota a mais, em sétimo).

Restam nove jogos para o fim da fase regular. É esperado, entretanto, que LeBron não encare um dos próximos dois embates, já que o Lakers vai atuar no domingo (Toronto Raptors) e na segunda-feira (Denver Nuggets). Vale lembrar que, se o time terminar a temporada em sétimo, terá de disputar a repescagem. Hoje, as quatro equipes no play-in seriam Memphis Grizzlies, San Antonio Spurs, Golden State Warriors, além do Blazers.