São necessárias, no mínimo, duas equipes para uma negociação ser fechada na NBA. E poucas franquias, na prática, têm tamanha compreensão sobre esse lema do mercado do que o Cleveland CavaliersKevin Love está disponível para possíveis interessados em uma troca há cerca de dois anos e nada aconteceu até agora. De acordo com Sam Amico, do site Forty Eight Minutes, isso não mudou e o experiente astro permanece à disposição para negociações. 

Aparentemente, a situação do jogador de 32 anos não mudou nos últimos meses: ele não atrai interessados no mercado por conta de sua condição física bastante instável e pesado contrato. Love disputou máximo de 60 partidas nas últimas quatro temporadas da NBA e só entrou em quadra duas vezes na atual campanha, em decorrência de uma lesão na panturrilha. Enquanto isso, ele possui mais de US$90 milhões em salários a receber até junho de 2023. 

Os problemas do ala-pivô, porém, podem ir além desses dois fatores. Amico apurou que, nos bastidores, alguns executivos já questionam o seu desejo de voltar a jogar basquete em alto nível. As recuperações sempre mais longas do que o projetado, aparente pouca presença no dia-a-dia do Cavaliers e maior atividade nas redes sociais são indicados por dirigentes como pontos de interrogação sobre a vontade do atleta continuar totalmente dedicado ao esporte. 

Love, que acaba de tornar-se noivo de sua namorada, possui uma história de mais de 300 partidas em sete temporadas no Cavaliers que foi coroada pelo título da NBA em 2016. O cinco vezes all-star acumula médias de 17.2 pontos (com 37.5% de conversão nos arremessos de longa distância), 10.0 rebotes e 2.3 assistências em pouco mais de 31 minutos de ação.   

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:    

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook