Nem todo mundo ficou feliz com a chegada do pivô Andre Drummond ao Los Angeles Lakers, na semana passada. O espanhol Marc Gasol, então dono da posição, está insatisfeito com a chegada de Drummond e de sua atual condição no Lakers, dando a entender que vai sair da rotação principal.

“É um comprimido difícil de engolir”, afirmou Gasol ao jornalista Jovan Buha, do site The Athletic. “Eu sei que vou acabar saindo do time em algum momento”.

Aos 36 anos, Gasol está em seu primeiro ano na equipe californiana e foi titular em 39 dos 40 jogos na atual campanha. A única partida que não fez parte do quinteto inicial foi quando Drummond fez sua estreia e, eventualmente, sofreu uma lesão na unha do pé. Apesar da titularidade, o veterano possui os piores números da carreira: 4.8 pontos, 4.0 rebotes e aproveitamento de 40.5% nos arremessos.

Na derrota para o Milwaukee Bucks, na última quarta-feira, Gasol ficou em quadra por apenas cinco minutos, sua menor marca da temporada, enquanto Montrezl Harrell e Drummond somaram 40. No jogo seguinte, sem o novo reforço, o espanhol registrou 28 minutos diante do Sacramento Kings, o maior tempo de quadra na equipe. Vale lembrar que, na “bolha” de Orlando, o técnico Frank Vogel utilizou formações mais baixas, com o astro Anthony Davis como a principal opção dentro do garrafão, deixando JaVale McGee e Dwight Howard no banco de reservas.

Drummond, de 27 anos, foi dispensado pelo Cleveland Cavaliers logo depois do fim da trade deadline. A diretoria do Cavs não conseguiu uma troca pelo atleta, que estava afastado desde fevereiro. O pivô teve reuniões com Boston Celtics, Los Angeles Clippers, New York Knicks e Charlotte Hornets, antes de acertar sua ida para o Lakers.

Alguns rumores apontavam que, com a decisão de Drummond, Gasol poderia encaminhar pedido de dispensa do time californiano, o que acabou não acontecendo. Entretanto, caso o jogador opte por sair e acertar com outra equipe ainda em 2020-21, ele precisa definir até o próximo dia 9, data limite para novas contratações via buyout.