O armador brasileiro Marcelinho Huertas brilhou na vitória do vice-líder Tenerife pela Liga ACB.

A 12ª rodada da temporada regular foi realizada nesse final de semana, e também teve como destaque a despedida de Facundo Campazzo do Real Madrid. Vale lembrar que o armador argentino vai para a NBA, atuar pelo Denver Nuggets.

Os três primeiros colocados – Real Madrid, Tenerife e Barcelona – venceram no final de semana.

Confira os resultados e os destaques:

 

Valencia 89 x 95 Tenerife

Local: Pabellón Fuente de San Luis

Numa atuação irregular dos dois lados, triunfo dos ‘tinerfeños’ definido no último quarto (22 x 16, 20 x 22, 18 x 30 e 35 x 21), após ficarem 12 pontos atrás a nove minutos do fim. Seis jogadores alcançaram os dois dígitos: o brasileiro Marcelinho Huertas (cestinha com 22 pontos, além de sete assistências em 25 minutos), Aaron Doornekamp (17), Bruno Fitipaldo (16) Giorgi Shermadini (13), Spencer Butterfield (10) e Emir Sulejmanovic (10). Além disso, os visitantes tiveram bom aproveitamento nas bolas de três (13 arremessos certos em 24 tentados). O principal pontuador dos valencianos foi Klemen Prepelic, com 20.

 

Real Madrid 100 x 78 Manresa

Local: WiZink Center

Na 11ª vitória seguida dos merengues (25 x 18, 22 x 22, 26 x 18 e 27 x 20), Facu Campazzo, que se despedia do elenco rumo à NBA, demonstrou a sua classe, com 20 pontos em 25 minutos em quadra (100% de aproveitamento em 11 lances livres cobrados), além de quatro assistências, dois rebotes e cinco bolas recuperadas. Outros quatro madridistas somaram mais de dez pontos: Sergio Llull (17), Jaycee Carroll (13), Gabriel Deck (12) e Walter Tavares (autor de um duplo-duplo, com 11 pontos e 10 rebotes). Com uma cesta convertida, Felipe Reyes ultrapassou Juan Carlos Navarro, chegou aos 8320 pontos e passou a ser o quarto maior pontuador na história da Liga ACB. Os visitantes também tiveram cinco jogadores com dois dígitos: Scott Eatherton (16), Juampi Vaulet (13), Makai Mason (11), Rafa Martínez (11) e Yankuba Sima (10).

 

Zaragoza 85 x 97 Barcelona

Local: Pabellón Príncipe Felipe

Triunfo de virada do time catalão, praticamente definido no terceiro quarto (22 x 24, 19 x 18, 29 x 10 e 27 x 33). Cinco jogadores anotaram dois dígitos: Cory Higgins (17), Pierre Oriola (14), Brandon Davies (12), Nick Calathes (11) e Kyle Kuric (10). A equipe aragonesa teve o cestinha do duelo: Dylan Ennis, com 26 pontos (cinco bolas de três certas em sete arremessadas).

 

UCAM Murcia 84 x 81 Fuenlabrada

Local: Palacio de Deportes de Murcia

Triunfo de virada dos murcianos, que venceram apenas o último quarto (15 x 19, 22 x 23, 18 x 18 e 29 x 21). O brasileiro Augusto Lima, em 21 minutos, anotou 13 pontos, mesmo com péssimo desempenho nos lances livres (um acerto em seis), e apanhou quatro rebotes defensivos. Seu compatriota Rafa Luz atuou apenas quatro minutos, e passou em branco. Conner Frankamp foi o principal pontuador, com 19 pontos (anotou um duplo-duplo, com 10 assistências), mas o cestinha pertenceu aos madrilenhos: Melo Trimble, com 23, na volta do técnico ‘fuenlabreño’ Javi Juárez ao seu primeiro clube na Liga. Titular do Fuenlabrada, o ala brasileiro Léo Meindl atuou por 16 minutos. Ele marcou quatro pontos e pegou três rebotes.

 

Obradoiro 63 x 78 San Pablo Burgos

Local: Multiusos Fontes do Sar

Os visitantes venceram todos os quartos (20 x 15, 22 x 20, 18 x 13 e 18 x 15), com grande atuação de Alex Renfroe, autor de 31 pontos. O brasileiro Vítor Benite foi poupado e não entrou em quadra. Quarta derrota consecutiva dos galegos, que acusaram a ausência de Mike Daum, lesionado. Jake Cohen, com 14, foi o principal pontuador da equipe anfitriã.

 

Real Betis 89 x 96 Bilbao

Local: Palacio Municipal de Deportes San Pablo

Vitória dos visitantes graças às atuações dos cestinhas Ondrej Balvin, formado na base bética, com um duplo-duplo (23 pontos e 11 rebotes), e Arnoldas Kulboka (23 pontos, sendo sete bolas de três convertidas em nove lançadas): As parciais foram 24 x 23, 18 x 14, 30 x 25 e 24 x 27. Ao todo os bilbaínos, que não tiveram o brasileiro Felipe dos Anjos em quadra, acertaram 13 de seus 26 arremessos de três. O principal pontuador bético foi James Feldeine, com 18 pontos.

 

Estudiantes 90 x 92 Unicaja Málaga

Local: WiZink Center

O time malaguenho venceu de virada, num final emocionante (18 x 29, 24 x 22, 21 x 12 e 29 x 27). A seis segundos do fim, no último ataque dos colegiais, Alessandro Gentile, cestinha com 20 pontos, errou uma bola de três e Alec Brown não pode anotar no tapinha. Alberto Díaz, com 16, foi quem mais pontuou pelos visitantes.

 

Gran Canaria 62 x 79 Andorra

Local: Gran Canaria Arena

O time visitante ganhou de virada após um espetacular terceiro quarto (15 x 15, 19 x 21, 25 x 6 e 20 x 20), com 15 pontos do cestinha David Jelinek. Quinta derrota seguida dos canários, que tiveram Tomas Dimsa, como principal pontuador, com 11.

 

Gipuzkoa 68 x 99 Joventut Badalona

Local: San Sebastián Arena

Fácil vitória dos visitantes (22 x 15, 27 x 13, 24 x 15 e 26 x 25), com 23 pontos de Vladimir Brodziansky, que teve 100% de aproveitamento nas bolas de três (seis em seis). Aliás, altíssimo índice de acerto do time badalonês: 70% (14 em 20), que teve demonstrou supremacia nos rebotes (37 x 25). O principal pontuador dos mandantes foi Jaime Echenique, com 21.

 

Classificação

1- Real Madrid: 11 vitórias
2- Tenerife: dez vitórias e uma derrota
3- Barcelona: nove vitórias e duas derrotas
4- San Pablo Burgos e Baskonia: oito vitórias e três derrotas
6- Joventut Badalona: sete vitórias e três derrotas
7- Unicaja Málaga: sete vitórias e quatro derrotas
8- UCAM Murcia: seis vitórias e cinco derrotas
9- Manresa: seis vitórias e seis derrotas
10- Obradoiro: cinco vitórias e seis derrotas
11- Andorra: quatro vitórias e quatro derrotas
12- Valencia: quatro vitórias e seis derrotas
13- Fuenlabrada: quatro vitórias e sete derrotas
14- Estudiantes: quatro vitórias e oito derrotas
15- Bilbao: duas vitórias e oito derrotas
16- Zaragoza, Real Betis e Gran Canaria: duas vitórias e nove derrotas
19- Gipuzkoa: uma vitória e nove derrotas

Estatísticas

Melhor ataque: Manresa = 1010 pontos
Pior ataque: Andorra = 631
Melhor defesa: Andorra = 617
Pior defesa: Manresa = 1037
Melhor saldo: Real Madrid = +168
Pior saldo: Gipuzkoa = -187
Mais pontos em um jogo: Gran Canaria = 107
Menos pontos em um jogo: Betis = 53
Mais pontos em um quarto: 43 = Tenerife
Menos pontos em um quarto: 6 = Valencia e Gran Canaria
Maior diferença de pontos: 35 = Unicaja 104 x 69 Gipuzkoa
Maior pontuador em um só jogo: 33 = Marc García (Fuenlabrada)
Principal cestinha: Melo Trimble (Fuenlabrada) = 20,3 pontos de média
Principal reboteiro: Ondrej Balvin (Bilbao) = 8,1 rebotes de média
Principal assistente: Dani Pérez (Manresa) = 6,8 assistências de média

Próxima rodada

05/12 – Tenerife x Obradoiro, Fuenlabrada x Valencia e Joventut Badalona x Zaragoza
06/12 – Andorra x Real Betis, Bilbao x Estudiantes, Unicaja Málaga x UCAM Murcia, Baskonia x Gipuzcoa, San Pablo Burgos x Real Madrid e Barcelona x Gran Canaria

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece no basquete:

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook