A fase de quartas de final dos playoffs do NBB 2020/21 chegou ao fim nesta segunda-feira (3). O dia contou com uma grande partida realizada na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte. Um dos favoritos ao título da competição, o Minas atropelou Franca e garantiu vaga na próxima fase com uma vitória expressiva pelo placar de 93 a 68.

(2-1) Minas 93 x 68 Franca (1-2)

Anteriormente, Minas e Franca haviam protagonizado dois embates equilibrados nessa série de quartas de final. No entanto, os comandados de Helinho Garcia, que forçaram o terceiro jogo após um triunfo crucial no último sábado (1), não estiveram nem próximos de repetir as recentes atuações e sofreram uma derrota desastrosa diante dos mineiros, assim finalizando de vez sua participação na atual temporada do NBB. Nada equilibrado, o duelo contou com o domínio do Minas durante grande parte dos quarenta minutos, em especial no segundo e terceiro período. Em quadra com força total, os anfitriões chegaram a estar 30 pontos à frente no marcador, mas fecharam o confronto com uma vantagem positiva de 25 pontos.

Cestinha da equipe mineira nesta segunda-feira com 16 pontos, David Jackson foi peça fundamental na classificação do Minas à semifinal. Além do ala, o armador Luciano Parodi também brilhou, sobretudo no jogo decisivo realizado na noite de hoje. Mágico, o uruguaio flertou com um duplo-duplo em uma atuação de gala: foram 14 pontos e oito assistências. Outros três atletas ultrapassaram o dígito duplo em pontuação. Em suma, o jogo coletivo da equipe de Léo Costa veio a ser a força definitiva na série. Hoje, o aproveitamento mineiro no perímetro foi de 48%. Já nas bolas duplas, incríveis 71%. Nos rebotes, Minas massacrou Franca (41 contra 25). Eficiência mais do que digna de um vencedor.

Franca, por sua vez, encerra sua participação nos playoffs do NBB 2020/21 com uma derrota vexatória. O que era esperança tornou-se decepção e aos francanos resta, agora, apenas aguardar o futuro. No revés, a estrela Lucas Dias comandou o ataque paulista contribuindo com 21 pontos. Em alta nos últimos jogos, Elinho, armador nato, fechou a temporada com mais um duplo-duplo. Desta vez, 15 pontos e 10 rebotes e o status de destaque ao lado do ala-pivô. A falta de consistência, tanto defensiva quanto ofensiva, obviamente foi um dos motivos para a eliminação francana. Além, claro, dos 93 pontos sofridos, o baixo aproveitamento nas bolas de três pontos (17%) escancara as dificuldades que o clube do técnico Helinho enfrentou neste adeus à atual edição da liga.

Semifinais do NBB

(1) Flamengo x Paulistano (4)
(2) Minas x São Paulo (3)