playoffs Spurs mudanças

Fora dos playoffs, Spurs discute novos rumos e reavalia trabalho de Popovich

A geração mais vitoriosa da história do San Antonio Spurs passou. Nada poderia ser mais emblemático sobre essa ruptura na franquia do que o fim da sequência histórica de 22 temporadas classificando-se para os playoffs, em que os texanos conquistaram cinco títulos da NBA. Segundo Jabari Young, da rede NBC Sports, a alta cúpula diretiva do time reuniu-se na última semana para, diante do passado glorioso, traçar novos rumos e planos.

“Nós temos uma história e legado em cima da qual podemos construir. Nossa visão não muda muito. O foco sempre estará em determinados valores, em uma cultura forte, no engajamento com a sociedade e a busca por títulos. Nas organizações em geral, pessoas vêm e vão o tempo interno. Essa base de pensamento, porém, vai estar sempre em San Antonio”, explicou o presidente de operações R.C. Buford, reforçando a identidade da equipe.

O Spurs é a franquia mais competitiva da história da liga em média, chegando aos playoffs em 39 das 47 temporadas que disputou na NBA. No entanto, a iminência de mudanças dentro de quadra causa apreensão em uma direção que não tem o costume de trabalhar com reconstruções. Na “bolha”, o treinador Gregg Popovich apostou em atletas mais jovens com resultados animadores. Para o gerente-geral Brian Wright, o time não precisa de uma reconstrução geral.

“As pessoas pedem para reconstruirmos tudo a cada derrota, mas não podemos trabalhar assim. Nós acreditamos estar bem posicionados com nossa combinação de veteranos e atletas mais jovens em franco desenvolvimento. Agora, queremos ser otimistas e oportunistas. Aprimorar talentos e manter flexibilidade salarial para aproveitar as chances que aparecerem no mercado é o que vamos seguir fazendo”, traçou o executivo, sem citar nomes ou alvos na offseason.

Mas, provavelmente, o ponto atual mais crítico para desenhar o futuro do Spurs é determinar a permanência do homem por trás do pentacampeonato da franquia. Popovich possui um contrato verbal com a franquia, que pode ser interrompido a qualquer momento, e especula-se que será fortemente recrutado pelo Brooklyn Nets nos próximos meses, com um contrato irrecusável.

“A visão de Gregg tem sido a nossa bússola por muito tempo. E, até agora, ele não deu nenhum sinal de que não estará conosco no ano que vem. Dito isso, sua visão fará diferença mesmo que não esteja aqui. Isso não significa que seguirá tomando decisões, obviamente, mas todos nós aprendemos e construímos juntos com base nos mesmos valores e cultura de trabalho”, comentou Buford, sugerindo que, se for a vontade do veterano, não vai impedir a saída de Popovich.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook