Previsão da temporada do NBB – São Paulo

São Paulo (SP)
Ginásios: Ginásio do Morumbi (2.000)
Melhor posição no NBB: terceira colocação em 2019/20
Posição em 2019/20 (antes da pandemia): terceiro lugar da fase de classificação (20 vitórias e seis derrotas)
Ambição: título

Quem chegou: Kenny Dawkins (armador, Pinheiros) / Corderro Bennett (ala-armador, Pinheiros) / Isaac (ala, Pinheiros) / Lucas Mariano (pivô, Botafogo) / Gerson (pivô, Rio Claro)
Quem saiu: Léo Meindl (ala, Fuenlabrada-ESP) / Desmond Holloway (ala-armador, Fortaleza Basquete Cearense) / Cassiano (armador, Mogi) / Murilo Becker (pivô, Liga Sorocabana) / Douglas Kurtz (pivô, Flamengo) / Jalen Jones (ala-armador, sem clube) / João Mamedes (pivô, Londrina)

Elenco

14- Georginho de Paula: armador, 24 anos
10- Kenny Dawkins: armador, 33 anos, norte-americano
20- Igor: armador, 20 anos
3- Corderro Bennett: ala-armador, 32 anos, norte-americano
7- Isaac: ala, 30 anos
8- Shamell: ala, 40 anos, norte-americano
12- Danilo: ala, 21 anos
44- Renan Lenz: ala-pivô, 30 anos
11- Jefferson: ala-pivô, 37 anos
28- Lucas Mariano: pivô, 27 anos
1- Gerson: pivô, 29 anos

Técnico: Cláudio Mortari

Projeção do quinteto titular: Georginho, Bennett, Shamell, Renan Lenz e Lucas Mariano

Projeção dos reservas com mais tempo de quadra: Isaac, Jefferson, Kenny Dawkins e Gerson

Destaques da equipe: Georginho, Shamell, Lucas Mariano e Bennett

Análise do São Paulo

Melhor estreante em toda a história do NBB, o São Paulo fez uma surpreendente e esplendorosa campanha na temporada 2019/20. Terceiro colocado na classificação geral da primeira fase, o tricolor paulista, liderado especialmente pelo MVP Georginho de Paula e os alas Shamell e Léo Meindl, figurou no topo da tabela durante toda a competição e protagonizou intensas disputas pela liderança com Flamengo e Franca, equipes que foram derrotadas pelo time de Cláudio Mortari. O clube são-paulino, contudo, enfrentou dificuldades no decorrer da época e sofreu com pormenores dentro de quadra. Falta de amplitude no elenco, curta rotação, fragilidade defensiva, garrafão ‘soft’ e pouca variedade tática foram apenas alguns dos diversos pontos negativos apresentados pela equipe do Morumbi. Todavia, a montagem do elenco para a temporada 2020/21 foi pensada visando as deficiências do plantel anterior. O São Paulo, por sua vez, fez movimentações pontuais no mercado de transferências, contratando peças essenciais para a estrutura do elenco, essencialmente consertando, em tese, as adversidades em geral.

Bem como grande parte do país, o tricolor paulista não conseguiu escapar da redução de orçamento devido à pandemia do novo coronavírus. A diminuição do investimento na modalidade foi de quase 50%, passando, inicialmente, de R$6 milhões para R$3,5 milhões. No entanto, o São Paulo conseguiu equilibrar suas contas e esteve ativo na janela de intertemporada do NBB. Ao todo, sete atletas deixaram o clube, mas as baixas, além da inevitável saída do ala Léo Meindl, não tiveram grande impacto no plantel. A equipe são-paulina trabalhou com efetividade e manteve a base de seu elenco, renovando com Renan Lenz e “segurando” Shamell, Georginho e Jefferson (o trio tem contrato até 2021). Com o intuito de montar um time ainda mais forte para a temporada 2020/21, a fim de ir longe na briga pelo NBB e Basketball Champions League Américas, a equipe de Cláudio Mortari fechou a contratação de Kenny Dawkins, Corderro Bennett e Isaac, todos ex-Pinheiros, e dos pivôs Lucas Mariano e Gerson, destaques da época anterior. As características dos reforços sanam grande parte dos malefícios apresentados no primeiro parágrafo e, claro, elevam o patamar do São Paulo, que permite o técnico Mortari adaptar sua filosofia a um conjunto mais amplo, lateral e coletivo e, essencialmente, com peças de melhor qualidade técnica.

O São Paulo, que vem fazendo boa campanha no Campeonato Paulista, é sem dúvidas uma das principais equipes do NBB 2020/21. O nível técnico desta edição, principalmente entre os times que estão presentes no topo do cenário nacional, é altíssimo, e, justamente por isso, o tricolor paulista optou por montar um elenco de alto nível para assim poder almejar grandes voos na competição e, também, na briga pela conquista inédita da Basketball Champions League Américas (BCLA). O plantel recheado de estrelas e novamente comandado pelo célebre Cláudio Mortari deve garantir aos são-paulinos uma vaga concreta no G4 do campeonato, protagonizando novamente uma intensa disputa pela liderança da classificação, mas desta vez duelando com Flamengo, Bauru e Minas, potências que devem incomodar o time do Morumbi nesta temporada. O São Paulo, sobretudo, possui nomes notáveis do basquete nacional e ainda não atingiu todo o seu potencial. A margem de evolução é gigantesca e o tricolor pode surpreender nesta luta em busca da soberania na bola laranja.

Tabela de jogos do São Paulo no primeiro turno

São Paulo x Corinthians – 14/11 – 15h (Ginásio Professor Hugo Ramos-Mogi das Cruzes/SP)
Mogi x São Paulo – 17/11 – 20h (Ginásio Professor Hugo Ramos-Mogi das Cruzes/SP)
Pinheiros x São Paulo – 19/11 – 18h30 (Ginásio Professor Hugo Ramos-Mogi das Cruzes/SP)
São Paulo x Franca – 21/11 – 15h (Ginásio Professor Hugo Ramos-Mogi das Cruzes/SP)
São Paulo x Campo Mourão – 03/12 – 21h00 (Ginásio do Morumbi/SP)
Pato Basquete x São Paulo – 05/12 – 17h30 (Ginásio do Morumbi/SP)
São Paulo x Flamengo – 08/12 – 20h (Ginásio do Morumbi/SP)
Brasília x São Paulo – 11/12 – 21h (Ginásio Henrique Villaboim/SP)
Caxias x São Paulo – 13/12 – 19h (Ginásio Henrique Villaboim/SP)
São Paulo x Cerrado – 15/12 – 20h (Ginásio Henrique Villaboim/SP)
Minas TC x São Paulo – 19/12 – 15h (Ginásio Henrique Villaboim/SP)
São Paulo x Unifacisa – 21/12 – 21h (Ginásio Henrique Villaboim/SP)
Fortaleza Basquete Cearense x São Paulo – 23/12 – 21h (Ginásio Henrique Villaboim/SP)
Bauru x São Paulo – 28/12 – 20h (Ginásio do Morumbi/SP)
São Paulo x Paulistano – 30/12 – 20h (Ginásio do Morumbi/SP)

Previsão do Jumper Brasil: quarto colocado na fase de classificação

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece no basquete:    

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook