O armador Trey Burke foi desfalque nos últimos dois jogos do Dallas Mavericks porque não compareceu aos testes de COVID-19. De acordo com Tim MacMahon, da ESPN, o atleta simplesmente escolheu não realizar os exames antes da derrota para o Miami Heat e da vitória contra o San Antonio Spurs. Ele está sujeito a checagens frequentes da NBA como resultado de ter decidido não se vacinar contra o coronavírus.

Apesar de não poder entrar em quadra, o jogador viajou normalmente com o restante do elenco para os jogos como visitante. O técnico Jason Kidd já afirmou que, neste caso, a responsabilidade é única e exclusiva do seu comandado. “Nós, da franquia, podemos apenas informá-lo sobre isso. É Trey, por fim, quem tem a responsabilidade de chegar na hora certa”, resumiu o ex-atleta. 

Dados oficiais da NBA apontam que, em primeiro lugar, cerca de 96% dos atletas já receberam o imunizante contra a COVID. Aqueles que não se vacinaram, como consequência, precisam seguir uma rígida cartilha de segurança. Além disso, Burke também receberá multa do Mavericks estipuladas em quase US$35 mil por partida perdida por conta da ausência de vacinação ou descumprimento da rotina de testes. 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER