A 35ª rodada da temporada regular da Liga ACB 2020/21, nome oficial do campeonato espanhol de basquete masculino, teve sete jogos realizados no final de semana, com destaque para a 18ª vitória seguida do líder Real Madrid. A vítima da vez foi o Zaragoza.

Sete clubes seguem na briga pelas duas vagas restantes nos playoffs e o Estudiantes se complicou na luta contra o rebaixamento. Vale lembrar que Real, Barcelona, Tenerife, Baskonia, Valencia e San Pablo Burgos já estão classificados para o mata-mata.

Os duelos Bilbao x San Pablo Burgos e Gipuzkoa x Baskonia foram adiados por casos de coronavírus no time bilbaíno e na equipe basca.

Confira os resultados e os resumos:

Zaragoza 89 x 98 Real Madrid

Local: Pabellón Príncipe Felipe

Fim da sequência de quatro vitórias da equipe aragonesa, na primeira derrota sob o comando de Luis Casimiro, afastando-se da luta por um lugar nos playoffs. Mesmo cansado pelas duas partidas pela Euroliga e praticamente já garantido na primeira colocação, o time merengue não poupou nenhum de seus jogadores e venceu no último quarto (19 x 31, 35 x 20, 19 x 24 e 25 x 14), com cinco jogadores anotando dois dígitos: Nico Laprovittola (20), Rudy Fernández (17), Jeff Taylor (14), Carlos Alocén (12) e Alex Tyus (10). Os madrilenhos abusaram das bolas de três, com 42 arremessos (18 convertidos). Os zaragocistas, que ficaram a um ponto da marca de três mil no campeonato, também tiveram cinco atletas com pelo menos dez pontos: o cestinha Elias Harris (23), Jacob Wiley (11), Jonathan Barreiro (11), Nicolás Brussino (10) e Rodrigo San Miguel (10).

 

Fuenlabrada 98 x 65 Tenerife

Local: Pabellón Fernando Martín

Grande vitória do Fuenla, que se aproxima da salvação contra o rebaixamento (28 x 18, 16 x 15, 24 x 25 e 30 x 7). Obi Emegano, com 17 pontos, foi o cestinha. O ala brasileiro Léo Meindl marcou nove pontos e pegou seis rebotes, em 26 minutos. Pelo lado dos tinerfeños, nitidamente com a cabeça na fase final da Champions League, péssimo aproveitamento nas bolas de três (somente cinco acertos em 24 arremessos) e adeus à chance de terminar com a segunda melhor campanha. O então dono do melhor ataque da competição fez sua pontuação mais baixa em toda a temporada 20/21. Scott Butterfield e o brasileiro Marcelinho Huertas foram os principais pontuadores, com 12. O brasuca, em 19 minutos, ainda pegou um rebote e deu quatro assistências.

 

Gran Canaria 91 x 81 UCAM Murcia

Local: Gran Canaria Arena

Na partida de número 300 do técnico Porfirio Fisac na ACB, o time grancanario contou com 21 pontos do cestinha AJ Slaughter para se aproximar dos play-offs (20 x 16, 17 x 18, 22 x 18 e 32 x 29). Matt Costello anotou um duplo-duplo, com 15 pontos e 11 rebotes. O principal pontuador dos murcianos foi James Webb, com 18. O brasileiro Augusto Lima, em 18 minutos, marcou seis pontos e pegou sete rebotes.

 

Unicaja Málaga 102 x 93 Joventut Badalona

Local: Palacio de Deportes José María Martín Carpena

Os malaguenhos venceram na prorrogação um partidaço (23 x 18, 21 x 20, 25 x 15, 15 x 31 e 18 x 9), com destaque para Darío Brizuela, autor de 30 pontos e decisivo nos minutos finais. Todos os dez jogadores do time mandante que entraram em quadra pontuaram. A equipe verdinegra tirou uma desvantagem de 16 pontos no último quarto, mas acabou superada no tempo extra. Cinco atletas anotaram dois dígitos: Nenad Dimitrijevic (27), Ante Tomic (23), Conor Morgan (12), Ferran Bassas (10) e Pau Ribas (10).

 

Obradoiro 79 x 51 Andorra

Local: Multiusos Fontes do Sar

Triunfo tranquilo do time mandante, melhor em todos os quartos (19 x 15, 15 x 11, 24 x 19 e 21 x 6), com direito a um duplo-duplo do cestinha Chris Czerapowicz (17 pontos e dez rebotes). Os andorranos obtiveram a menor pontuação de uma equipe na temporada, converteram somente quatro de suas 25 bolas de três (Saulius Kulvietis errou seus seis arremessos) e apenas um jogador alcançou os dois dígitos na partida: Jeremy Senglin, com 11 pontos.

 

Valencia 100 x 89 Estudiantes

Local: Pabellón Fuente de San Luis

Após empate no primeiro tempo, os valencianos levaram a melhor depois do intervalo (34 x 29, 18 x 23, 24 x 21 e 24 x 16), conquistando a quinta vitória seguida e impondo o sétimo revés consecutivo ao time colegial, com 22 pontos de Bojan Dubljevic. Outros quatro jogadores dos mandantes anotaram dois dígitos: Nikola Kalinic (19), Sam Van Rossom (18, sendo seis bolas de três convertidas em sete lançadas), Louis Labeyrie (12) e Derrick Williams (10). Ao todo o Valencia acertou 14 de suas 28 bolas de três. O Estu teve cinco atletas com mais de dez pontos: o cestinha Nemanja Djurisic (24, com cinco bolas de três certas em cinco arremessadas), além de Víctor Arteaga (autor de um duplo-duplo com 23 pontos e 15 rebotes), JJ Barea (14), Aleksa Avramovic (13) e Alec Brown (11).

 

Real Betis 86 x 70 Manresa

Local: Palacio Municipal de Deportes San Pablo

Triunfo importantíssimo do time bético na luta contra o rebaixamento (18 x 13, 27 x 24, 21 x 12 e 20 x 21), com 21 pontos dos cestinhas James Feldeine e Youssou Ndoye e supremacia nos rebotes (46 x 35). Todos os seus 11 jogadores que entraram em quadra pontuaram, apesar do baixo aproveitamento nas bolas de três (apenas sete certas em 25 arremessadas). Os manresanos, que já não tinham Jonathan Tabu e Frankie Ferrari, perderam Makai Mason, que torceu o tornozelo, e tiveram Matt Janning como principal pontuador, com 15, além de Seth Hinrichs autor de um duplo-duplo, com 11 pontos e dez rebotes.

Classificação

1- Real Madrid: 32 vitórias e uma derrota
2- Barcelona: 28 vitórias e quatro derrotas
3- Tenerife: 26 vitórias e oito derrotas
4- Baskonia: 22 vitórias e nove derrotas
5- Valencia: 22 vitórias e 11 derrotas
6- San Pablo Burgos: 20 vitórias e 13 derrotas
7- Joventut Badalona: 18 vitórias e 15 derrotas
8- Unicaja Málaga: 15 vitórias e 16 derrotas
9- Gran Canaria: 15 vitórias e 17 derrotas
10- Manresa: 15 vitórias e 19 derrotas
11- Zaragoza: 14 vitórias e 20 derrotas
12- UCAM Murcia: 13 vitórias e 19 derrotas
13- Andorra: 12 vitórias e 18 derrotas
14- Obradoiro e Fuenlabrada: 11 vitórias e 21 derrotas
16- Real Betis: 11 vitórias e 22 derrotas
17- Estudiantes: nove vitórias e 25 derrotas
18- Bilbao: sete vitórias e 24 derrotas
19- Gipuzkoa: sete vitórias e 25 derrotas

Estatísticas

Melhor ataque: Zaragoza (2.999 pontos anotados)
Pior ataque: Andorra (2.311 pontos anotados)
Melhor defesa: Barcelona (2.347 pontos sofridos)
Pior defesa: Zaragoza (3.007 pontos sofridos)
Melhor saldo: Barcelona (+447)
Pior saldo: Gipuzkoa (-430)
Mais pontos em um jogo: Betis (114)
Menos pontos em um jogo: Andorra (51)
Mais pontos em um quarto: 43 (Tenerife)
Menos pontos em um quarto: 4 (Unicaja Málaga)
Maior diferença de pontos: 45 (Tenerife 107 x 62 Obradoiro)
Maior pontuador em um só jogo: 38  (AJ Slaughter  – Gran Canaria)
Principal cestinha: Melo Trimble (Fuenlabrada – 17,6 pontos de média)
Principal reboteiro: Ondrej Balvin (Bilbao – 8,5 rebotes de média)
Principal assistente: Dani Pérez (Manresa – 6,5 assistências de média)

Próxima rodada:

08/05 (sábado): UCAM Murcia x Unicaja Málaga e Baskonia x Joventut Badalona
09/05 (domingo): Real Betis x Barcelona, Estudiantes x Obradoiro, Manresa x Gipuzkoa, Andorra x Gran Canaria e Real Madrid x Valencia
Já realizados: San Pablo Burgos 95 x 98 Zaragoza e Tenerife 86 x 67 Bilbao