As saídas de Daryl Morey (ex-GM) e Mike D’Antoni (ex-técnico) podem significar grandes mudanças para o Houston Rockets. De acordo com o jornalista Brandon Robinson, do site Heavy.com, o Rockets estaria pensando em fazer uma troca pelo pivô Joel Embiid, do Philadelphia 76ers.

O time texano ficou praticamente sem pivô depois que negociou Clint Capela com o Atlanta Hawks, na troca em que Robert Covington chegou ao elenco. De fato, sobrou apenas o veterano Tyson Chandler, que raramente pisou em quadra na formação de D’Antoni. Morey e ele tinham a convicção de que a equipe seria mais eficiente no ataque se não tivesse algum jogador especificamente da posição de garrafão. Assim, P.J. Tucker, de 1,95 m, foi designado como pivô.

Mesmo que exista o interesse do Rockets, o time seria obrigado a negociar Russell Westbrook para o Sixers por questões salariais. Não existe outro modo. Embiid vai receber US$29.5 milhões em 2020-21. A equipe de Philadelphia não negociaria o seu principal jogador por Eric Gordon (US$18.8 milhões) e Robert Covington (US$12.1 milhões). Até porque, o time contou com Covington entre 2014-15 e 2018-19 e jamais envolveria o pivô, um astro, por alguém que esteve ali há pouco tempo e foi trocado. A resposta estaria em Westbrook, que terá US$41.3 milhões e faria com que Ben Simmons jogasse de ala-pivô em definitivo.

Para o lugar de Morey, Rafael Stone foi promovido ao cargo de gerente-geral. Ele também é adepto ao estilo de jogo corrido, mas não ficou claro, ainda, se Stone vai abrir mão de um pivô, como fizera seu antecessor. Os rumores indicam que o time deverá ir atrás de um jogador da posição, mas que, de preferência, tenha o arremesso de três como artifício. Myles Turner, do Indiana Pacers, seria um dos especulados, até pelo fato de a direção da equipe da divisão central querer mudar a forma de jogar.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:    

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook