Não é segredo para ninguém que o Miami Heat é um dos times mais ativos em busca de aquisições no mercado, tentando consolidar o momento de recuperação que vive nessa temporada. E o alvo principal da franquia por reforços seria a armação. De acordo com Henry Abbott, do site TrueHoop, rumores apontam que o Heat está monitorando a disponibilidade de atletas experientes da posição com dois potenciais reforços, especialmente, em consideração nos bastidores: os veteranos Kyle Lowry e John Wall. 

Cada uma das alternativas oferece pontos positivos e empecilhos. Lowry, por exemplo, é o jogador com a situação contratual (bem) mais simples: com um contrato expirante de US$31 milhões, ele seria uma contratação pontual sem maiores impactos para o futuro da franquia. A sua experiência vencedora, além disso, é um fator importante. A grande questão é sobre a motivação do Toronto Raptors em fazer negócio após a recuperação que a equipe, que já está na zona de classificação para o play-in. 

Por sua vez, Wall é o atleta mais acessível para ser adquirido em uma troca. A tendência é que o Houston Rockets não peça lá muito para liberá-lo – provavelmente, nada muito além de contratos expirantes e escolhas de segunda rodada de draft –, mas isso ocorre porque a condição contratual é complicadíssima: ele possui vínculo garantido até junho de 2023, recebendo mais de US$40 milhões anuais. A questão física também é um problema, já que ele passou dois anos sem atuar antes da atual temporada. 

O Heat também tem uma condição instável para viabilizar um negócio por um dos dois jogadores: embora o time já não seja detentor das suas escolhas de draft em 2021 e 2023, a franquia conta com vínculos de valores medianos bastante negociáveis como Kelly Olynyk (contrato expirante de US$12.6 milhões) e Meyers Leonard (expirante de US$9.4 milhões). Jogadores como Tyler Herro e Duncan Robinson, porém, só deverão estar na mesa em uma potencial troca por um superastro da liga.