Quem é o melhor jogador de basquete da atualidade? Vira e mexe, essa pergunta volta à tona para levantar discussão não apenas entre torcedores, mas também no meio dos próprios atletas da liga. A resposta mais comum para a questão é LeBron James, mas há quem não veja isso como uma certeza: Damian Lillard, por exemplo, acredita que Kevin Durant em plenas condições tem boas chances de ser o melhor jogador da NBA.

“Se pudesse escolher qualquer jogador para formar dupla comigo, sem ser quem já joga em meu time, eu acho que iria com Kevin. Saudável, ele pode muito bem ser o melhor jogador da liga. Projeto que seja uma disputa equilibrada com LeBron, possivelmente, mas ele pode ser o melhor da atualidade”, afirmou o ídolo do Portland Trail Blazers, em entrevista ao radialista especializado em cobertura esportiva, Dan Patrick.

Após uma carreira inteira disputada na conferência Oeste, Durant está prestes a jogar os playoffs do Leste pela primeira vez na carreira. E, colocando-se na condição de um rival, Lillard dá a entender que está bastante aliviado com o fim da possibilidade de encontrar o ala em uma série de mata-mata antes da final. O experiente armador admite que, em condições ideais, o hoje titular do Brooklyn Nets está próximo do imparável.

“Ninguém pode marcar Kevin, né? Quando saudável, esse cara faz cestas de três pontos saindo do drible, arremessa em movimento, abusa de atletas mais baixos no post. Pode infiltrar as defesas e o seu arremesso é quase impossível de ser bloqueado. Como você marca um atleta com a estatura dele, que arremessa e pode conduzir a bola com a sua qualidade?”, questionou Lillard, resumindo o dilema de treinadores ao redor da liga.

Bicampeão da NBA, Durant possui um dos currículos mais brilhantes da NBA nos últimos tempos: o vencedor do prêmio de MVP da liga em 2014 ainda possui quatro títulos de cestinha da temporada, onze convocações para o Jogo das Estrelas e nove seleções para um dos quintetos ideais do ano. Na atual campanha, em 29 jogos disputados, o ala registra médias de 28.3 pontos, 6.9 rebotes e 5.2 assistências.