Não é segredo para ninguém que jogadores que pedem para serem negociados passam a atuar – quando atuam, na verdade – com nível de empenho e qualidade questionável enquanto aguardam pela negociação. Com o craque James Harden, a impressão geral segue o mesmo script: muitos o veem muito menos engajado em quadra do que já nos acostumamos a acompanhar nesse início de temporada. O técnico do Houston RocketsStephen Silas, discorda e elogia o comportamento de Harden até agora. 

 

“O nível de esforço de James tem sido ótimo, para mim. Ele tem feito, na verdade, tudo o que nós precisamos. Eu realmente não tenho resposta para quem está dizendo por aí que ele não está jogando duro o bastante, pois isso não é o que observo diariamente lá dentro de quadra – nem da parte de James, nem de qualquer outro jogador do nosso grupo”, rebateu o novo treinador da franquia, dando a entender que as críticas ao astro são completamente injustas. 

A opinião, por sinal, não é só de torcedores: nessa semana, durante um dos programas pós-jogo do Rockets na televisão local, o lendário Calvin Murphy disse claramente que Harden havia “desistido” da equipe. Os fãs texanos encaram a solicitação de troca do veterano como uma traição. Em seis jogos na temporada, o armador anota médias de 27.0 pontos e 4.7 rebotes (piores números pessoais desde 2014), mas também 11.4 assistências (melhor marca da carreira). 

Para Silas, independentemente das estatísticas, a participação de Harden no dia-a-dia do time – treinos e jogos – tem sido tão boa ou criticável quanto qualquer outro atleta do Rockets. “James está atuando em alto nível com a bola nas mãos e tem sido ativo sem a posse também. É bem participativo e vem jogando na defesa como sempre. Não tenho o que dizer porque eu realmente não o vejo omisso ou fazendo ‘corpo mole’”, encerrou o técnico, defendendo seu comandado.    

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook