O Philadelphia 76ers caminha para uma derrota inevitável antes do início da próxima temporada, com a saída de um dos seus astros. E o pior é que, aparentemente, o time planejava tentar reatar os laços com o jogador até a situação revelar-se insustentável. De acordo com Tim Bontemps e Bobby Marks, da ESPN, o Sixers apostava em alinhar uma reconciliação com Ben Simmons para mantê-lo na campanha 2021-22. 

 

Os repórteres apuraram que, no mês passado, uma comitiva da franquia liderada pelo dono Josh Harris e o presidente de operações Daryl Morey foi formada para ir até Los Angeles e ter uma reunião com o armador e seu agente, o polêmico Rich Paul. Eles pretendiam dizer que não encontraram uma troca satisfatória e, por isso, esperavam resolver as diferenças com o astro para que continuasse na Pensilvânia. 

Em resumo, a estratégia não deu certo. Simmons rapidamente entrou em contato com seus representantes e oficializou um pedido de troca para os executivos do Sixers. O jogador teria informado que os problemas com a equipe são irreconciliáveis, não quer trabalhar mais com o treinador Doc Rivers e está pronto para não se reapresentar para o período de pré-temporada, desembolsando uma multa milionária. 

 

Por que Simmons ainda não foi negociado?

Então, nesse panorama, porque os dirigentes da Philadelphia ainda não negociaram o armador? Bontemps e Marks apuraram que o time “segura” a situação aguardando um possível avanço na condição de astros como Damian Lillard e Bradley Beal. Se um dos dois jogadores se tornarem disponíveis nas próximas semanas, a franquia deverá ser extremamente agressiva em tentar uma troca para adquiri-los.   

A aposta geral é que o Sixers fechará uma negociação envolvendo Simmons antes do início da pré-temporada, evitando que o seu valor de mercado caia ainda mais com a possível ausência na reapresentação do elenco. Finalista ao prêmio de melhor defensor do ano na liga, o atleta de 25 anos acumulou médias de 14.3 pontos, 7.2 rebotes, 6.9 assistências e 1.6 roubos de bola na campanha passada. 

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER