O técnico do Brooklyn Nets, Steve Nash, já perdeu as esperanças: Kyrie Irving será desfalque da equipe nos jogos como mandante. O treinador revelou que o astro segue irredutível em não ser vacinado contra a COVID e, por isso, sua ausência é cada vez mais factível. Por leis de Nova Iorque, pessoas que não estão imunizadas não podem frequentar eventos em locais fechados com aglomeração. Isso inclui partidas da NBA. 

  

“Eu acho que já percebemos que Kyrie não jogará partidas em Nova Iorque. Hoje, esse é o cenário com o qual trabalhamos. É claro que tudo poderá mudar, pois as leis e normas podem ser revogadas. Mas parece bem claro que não o teremos à disposição nesse ano, então isso já não é uma questão de se ocorrer. Trata-se de quando, onde e por quanto tempo”, admitiu o ex-armador, depois do treinamento do time nesse domingo. 

Irving seria, hoje, desfalque por mais de metade do calendário da temporada regular. O Nets não contaria com o craque em cada jogo em casa e, além disso, em partidas como visitante contra New York Knicks e Golden State Warriors. Essa situação cria um grande nível de incerteza sobre o trabalho de Nash, mas não o assusta ou intimida. Acima de tudo, ele está tentando ficar aberto ao desafio de ter um atleta “esporádico” no elenco.  

“Nós estamos tentando manter a flexibilidade e cabeça aberta sobre os nossos próximos passos, porque as informações chegam aos poucos. E não posso afirmar nada, pois não consigo garantir o que acontecerá. Até sexta, Kyrie não podia entrar no treino. Já pode agora, então a situação está mudando. Ninguém passou por isso antes e descobriremos o que fazer com o passar do tempo”, disse o treinador, sem muitas certezas. 

Irving corre atrás do prejuízo agora 

Para Irving, a reintegração à equipe começa uma nova etapa e desafio. Será necessário correr atrás do prejuízo, certamente. Ele passou quase duas semanas sem treinar com o restante do elenco, então está alguns passos atrás dos outros jogadores. Nash já havia confidenciado que não estava acompanhando os trabalhos particulares realizados pelo armador. E, até agora, não sabe definir qual é a condição física do atleta.  

“Não posso falar sobre suas condições físicas porque não o vi direito ainda. Kyrie não fez o bastante nos treinos ainda para termos uma impressão sólida sobre isso. No entanto, um dia de treino é melhor do que nada. Ele não vai disputar os jogos de pré-temporada ainda, mas é ótimo já o ver de volta à quadra conosco. Seguiremos a partir daí e vamos ver o que acontece”, apontou um dos candidatos ao prêmio de técnico do ano. 

Diante dessa situação, Nash não descarta ter Irving retornando aos jogos do Nets saindo do banco para um período de aclimatação. Não é uma certeza, mas algo a ser estudado. “É possível que Kyrie seja reserva por enquanto, mas é algo a decidirmos ainda. Vamos analisar possibilidades ainda e pode levar um tempo, pois não sabemos a melhor forma de proceder. Precisaremos de tempo para entender a sua real condição”, concluiu. 

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER