Jayson Tatum relata ter vivido “obsessão” por vaga no Jogo das Estrelas

Jayson Tatum está consolidado não só como um dos principais jovens talentos, mas um dos melhores jogadores da NBA na atualidade. Mas, até poucos meses, o astro do Boston Celtics era consumido por uma “obsessão” que matava o prazer de jogar basquete. Analisando a última temporada como um fracasso individual e coletivo, ele transformou ser eleito para o Jogo das Estrelas em uma meta que descreve como quase doentia.

“Sinto que, no início da temporada, coloquei pressão demais em mim mesmo pela forma como o ano passado havia acabado. Não ter jogado tão bem quanto queria nos playoffs e não ser eleito all-star foram duas coisas que me consumiam. Tinha que mostrar para mim mesmo que podia ser um dos melhores jogadores da NBA, por mais que soubesse que tenho isso em mim”, revelou o ala, em entrevista ao site The Athletic.

Nesse período, Tatum reconhece que a situação não lhe fez bem. Ele relata que terminava jogos e só conseguia pensar se seria escolhido. A vaga, nesse sentido, surgiu como uma libertação. “Ser all-star tornou-se muito importante para mim porque foi um alívio. Depois do anúncio, comecei a jogar melhor. Com bem mais liberdade. Estava livre de um peso. Assim que fui confirmado na lista, voltei a preocupar-me só em jogar e a minha confiança aumentou”, admitiu o jovem.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook 

Leave a Reply