Um dos treinadores mais longevos em seu atual cargo na NBA nunca esteve tão perto de ser dispensado quanto nesta temporada. De acordo com Chris Haynes, do portal Yahoo! Sports, o técnico Terry Stotts estaria sob crescente risco de demissão no Portland Trail Blazers por conta da queda de rendimento da equipe nas últimas semanas. A tendência é que, se a equipe não superar a repescagem dos playoffs ou até a primeira rodada do mata-mata, ele não permaneça no cargo.

A equipe do Oregon parecia segura na zona de classificação direta para os playoffs até o início de abril, quando sofreu 10 derrotas em 13 jogos e despencou para o sétimo lugar do Oeste. A péssima sequência, naturalmente, intensificou as críticas de fãs e analistas ao trabalho do comandante, que é cada vez mais contestado nos bastidores. O time já vive uma série de quatro triunfos agora, mas segue em disputa com Dallas Mavericks e Los Angeles Lakers por uma vaga que parecia sua há algumas semanas.

Stotts conquistou a 500a vitória da carreira em março e falou sobre o seu trabalho no Blazers, creditando as campanhas positivas ao elenco. “Essa jornada é especial, mas tem sido uma montanha russa emocional também: as derrotas são duras e as vitórias trazem alívio. É a rotina de um técnico. Seu sucesso nessa liga sempre é determinado pelos jogadores que comanda e, nesse sentido, nunca tive do que reclamar: comando muito bons atletas que creem em fazer as coisas na forma certa”, avaliou.

A matéria de Haynes, além de revelar especulações sobre a mudança de treinador, fez uma crítica enfática à incapacidade dos dirigentes de Portland em montarem um elenco de apoio à altura da lealdade de Damian Lillard. Nos bastidores, sabe-se que o craque e o repórter são amigos e o texto poderia ser um desabafo do jogador sobre o instante competitivo da equipe. O astro, porém, veio a público nesse fim de semana para negar qualquer ligação com o artigo.

Stotts assumiu o comando do Blazers em agosto de 2012, credenciado por ter sido um tipo de coordenador ofensivo do Dallas Mavericks campeão da NBA no ano anterior. Ele assinou uma extensão contratual recentemente e ainda possui contrato garantido até o fim da próxima temporada. O profissional de 63 anos acumula 393 vitórias em 717 jogos no cargo, só ficou fora dos playoffs em uma temporada e conseguiu chegar às finais do Oeste em 2019.