Quem vai levar o prêmio de melhor técnico do ano na NBA em 2022? 

É óbvio que o Jumper Brasil não tem bola de cristal, mas está pronto para “descer do muro” e apontar os seus favoritos. Vamos trazer os nossos principais candidatos para todos os prêmios mais importantes da liga nos próximos dias, então é só ficar de olho aqui no site. Primeiramente, trabalhamos com reservas e calouros. Chegou a vez dos técnicos! 

 

  

Robert Seale / AFP

 5. Quin Snyder (Utah Jazz) 

É preciso tirar o chapéu para o trabalho de Snyder, certamente. Sob o seu comando, o Jazz cresceu ano a ano e performou melhor recorte de basquete da última temporada. Conseguiu o melhor recorde da liga com um elenco relativamente curto e, além disso, surpreendendo analistas. Não seria loucura projetar que, com um plantel um pouco reforçado, repita o feito de ficar no topo do Oeste. Nesse caso, será candidato. 

  

Frank Vogel Lakers

Juan Ocampo / AFP

4. Frank Vogel (Los Angeles Lakers)

Vogel é um especialista defensivo e, como tal, está diante do provável maior desafio de sua carreira. Construir uma defesa aos moldes das suas equipes em elenco com tantos veteranos, afinal, é complicado. Embora tenha um considerado candidato ao título em mãos, esse é um time de encaixe complicado e gestão crítica. Esse material humano é muito bom, mas pode ser um trabalho mais difícil do que se imagina para o treinador.  

  

Jared C. Tilton/AFP

3. Steve Nash (Brooklyn Nets)

Convenhamos: para que Nash seja candidato a técnico do ano, o Nets precisará ser (no mínimo) o time de melhor campanha do Leste. Afinal, o seu elenco é para isso. Esse é um prêmio que adora premiar surpresas, então o caso para o ex-armador torna-se mais complicado ainda. Mas, no fim das contas, o fato é que os nova-iorquinos são favoritos para tudo isso mesmo. A tendência é que estejam no topo. E, sendo assim, ele vai ter que estar entre os candidatos.      

  

Issac Baldizon/AFP

2. Erik Spoelstra (Miami Heat) 

Spoelstra já é um dos treinadores mais longevos da NBA, mas nunca levou o prêmio de técnico do ano. A próxima temporada pode representar a sua melhor chance de levar o troféu até agora. Com um elenco reforçado, ele tem grandes chances de comandar um ótimo desempenho do Heat em relação a uma campanha passada bem decepcionante. Pode-se criar uma impressão de crescimento que seu consistente trabalho ao longo do tempo nunca permitiu notar.    

  

prêmio técnico ano nba

AFP

1. Monty Williams (Phoenix Suns)

O prêmio de técnico do ano tem um histórico de premiar profissionais retroativamente, com atraso. Williams foi visto como o grande injustiçado na premiação na temporada passada e, por isso, já sai na frente aqui. É uma figura adorada nos bastidores da liga por todos, de atletas a imprensa. O topo do Oeste tem times sem entrosamento e com lesões importantes, então o Suns tem ótimas chances de frequentá-lo novamente. Se acabar no TOP 3-4, ele já será um fortíssimo candidato. 

  

Kim Klement – Pool/AFP

 APOSTA OUSADA: Nate McMillan (Atlanta Hawks) 

McMillan não tem o perfil de um típico candidato ao prêmio, pois o Hawks administrará altíssimas expectativas. O time subiu o sarrafo demais para si mesmo, talvez, com a (surpreendente) chegada às finais do Leste na temporada passada. Mas o ex-jogador traz valor retroativo e uma história de redenção: assumiu a equipe em 11o lugar na conferência e deu a volta por cima após ter saído quase humilhado do Pacers.    

  

 

  

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER