A montagem do elenco do Los Angeles Lakers tornou-se motivo de brincadeiras para torcedores da NBA por conta da alta média de idade. Para se ter uma ideia, o armador Rajon Rondo será apenas o sexto atleta mais velho do time na próxima temporada e tem 35 anos de idade. Construir um plantel de veteranos carrega desvantagens, mas, para Trevor Ariza, o Lakers conta com um fator importante: a experiência vai evitar que os seus jogadores sejam surpreendidos pelos altos e baixos da temporada. 

  

“Eu acredito que a vantagem desse grupo é que já vimos tanta coisa nessa liga que não seremos surpreendidos por nada. Nada pode nos surpreender. Entendemos como uma temporada é longa, sabemos ‘dosar’ nosso ritmo e preservar os nossos corpos. Mais do que isso, nós compreendemos que todos precisam estar alinhados para alcançarmos o objetivo final: o título da NBA”, afirmou o experiente ala, em sua apresentação como reforço da equipe angelina. 

A aposta em veteranos ávidos pela oportunidade de competir por um título, aceitando contratos mínimos, não era uma alternativa para o Lakers após a chegada de Russell Westbrook. O engessamento financeiro da franquia foi óbvio depois da negociação e todos reconheciam que esse era o único caminho para a construção de um plantel de candidato ao título. A novidade é que Ariza revelou ter sido recrutado – ou alguma coisa assim – pelo craque. 

 

“É engraçado porque, uns 20 minutos depois da notícia da troca, Russell ligou para mim. Até hoje não entendi direito o que queria comigo: se era falar sobre estar feliz com essa negociação, ir jantar ou qualquer outra coisa. Ele simplesmente perguntou como estava e disse que precisava conversar comigo. Daquele momento em diante, nós ficamos em contato direto e constante. Deu no que deu. Agora, eu estou aqui”, relembrou o atleta, que brigará por uma vaga de titular com os angelinos. 

Mas, com todo o respeito a Westbrook, Ariza conta que o astro não foi a maior figura em sua decisão de retornar ao Lakers após mais de uma década. “Sinceramente, os maiores recrutadores para que voltasse a Los Angeles foram os meus filhos. Eles estão morando aqui nas últimas três temporadas e não estão de mudança para todos os cantos comigo. Eles estão prontos para eu voltar para casa e eu estou pronto para ficar em casa com eles”, concluiu o jogador de 36 anos, campeão da NBA com o time em 2009.  

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER