Um dos aspectos da NBA atual mais criticada por astros do passado é o “exagerado” senso de camaradagem entre os jogadores de diferentes equipes, que deveriam se enxergar mais como rivais. E essa impressão não desagrada só quem possui aquela visão mais tradicional da dinâmica da liga. O craque John Wall revelou que fica um pouco desconfortável e sente estranhamento ao perceber como atletas da NBA são ‘amiguinhos’ na atualidade. 

“Muitos caras são amigáveis além da conta atualmente. Não era assim que funcionava em outros tempos. Jogadores eram adversários mesmo e queriam acabar uns com os outros em quadra. Gostava disso. Atletas são amiguinhos demais hoje, mas não tenho ‘saco’ para isso. Não tenho amigos onde estou competindo”, afirmou a referência do Washington Wizards, em entrevista ao podcast “No Chill”, apresentado pelo ex-astro Gilbert Arenas. 

A declaração de Wall, no entanto, pode ser vista como uma hipocrisia. O jogador de 30 anos está retornando de quase dois anos longe das quadras e, recentemente, realizou treinos com vários atletas do Brooklyn Nets. Não seria isso um contrassenso, então? Não, pois o experiente astro garante que não possui qualquer vínculo de amizade com Kyrie Irving, DeAndre Jordan e outros presentes nas atividades. O encontro foi apenas uma eventualidade competitiva. 

“Se você não tem ninguém dizendo para sair da zona de conforto, voltará a fazer o que sempre faz sempre. Se estou competindo e não fico bravo em perder, não farei melhor da próxima vez. Estou tentando melhorar nessa offseason arremessando mais para três pontos, simplesmente para que os adversários saibam que, se passarem por baixo de um bloqueio, eu vou acertar o arremesso. Não poderão fazer isso”, garantiu o armador, pronto para voltar a surpreender a NBA.     

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook