Kirk Lacob, vice-presidente de operações do Golden State Warriors, comentou sobre os rumores de troca envolvendo o ala Andrew Wiggins em entrevista ao Dubs Podcast. Para Lacob, existe muita pressão sobre o jogador, mas revelou que jamais vai dizer que ele não será negociado pela equipe californiana.

“Veja, nós sempre somos honestos. Eu conversei com o agente de Andrew [Wiggins] várias e várias vezes durante o ano passado e ele sempre me ligava para dizer que estava ouvindo comentários, mas eu falava para Wiggins se sentir confortável, que ele é muito querido”, disse Lacob. “Mas eu vou dizer a ele que nunca vai ser trocado em algum momento? Não, eu não faria isso com ninguém”.

Em todas as especulações sobre o que o Warriors vai fazer no futuro, sempre o nome de Wiggins é citado como possível ativo para realizar uma troca. O canadense, de 26 anos, chegou ao time em fevereiro do ano passado em uma negociação com o Minnesota Timberwolves, mas jamais foi unanimidade.

“Nós dizemos a todos que nós nunca mentimos para ninguém”, afirmou. “Agora, isso não significa que é o que eles querem ouvir, mas nós não queremos mentir para nenhum jogador ou agente porque isso pode parecer ruim se algo assim acontecer, mesmo se existir uma chance remota”.

Enquanto Lacob não garante a permanência do atleta, o Warriors estaria interessado em diversos jogadores na próxima offseason, como Ben Simmons, do Philadelphia 76ers, Damian Lillard, do Portland Trail Blazers e Kevin Love, do Cleveland Cavaliers. Como sempre, Wiggins seria uma das primeiras opções para a equipe utilizar como moeda de troca.

Wiggins tem contrato até a temporada 2022-23 com o Warriors e receberá cerca de US$31.6 milhões na próxima campanha. Em 2020-21, ele obteve médias de 18.6 pontos, 4.9 rebotes, 1.0 bloqueio, além de um aproveitamento de 38% nos arremessos de três em, aproximadamente, 33 minutos por noite.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER