Willie Green é o novo técnico do New Orleans Pelicans. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (22), no site oficial da franquia.

Esta será a primeira experiência de Green, de 39 anos, no comando de uma equipe da liga. Ele será o 18º treinador da história da franquia de New Orleans.

“Willie se estabeleceu como um dos assistentes mais respeitados da NBA. Em grande parte, isso se deve a uma ética de trabalho incansável e à autenticidade de caráter. Como técnico e ex-jogador, ele traz um vasto conhecimento e experiência no basquete para o nosso time, junto com qualidades excepcionais de liderança e uma habilidade inata de se conectar com jogadores, staff e fãs. Não poderíamos estar mais animados para receber Willie e sua família em Nova Orleans”, afirmou David Griffin, vice-presidente executivo de operações de basquete da franquia.

O novo técnico assume o lugar de Stan Van Gundy, demitido pelo Pelicans há um mês. Sob o comando de Van Gundy, a franquia não conseguiu capitalizar a grande temporada do jovem astro Zion Williamson e terminou apenas no 11º lugar do Oeste, com 31 vitórias e 41 derrotas.

Green era o principal assistente técnico de Monty Williams, no Phoenix Suns, onde trabalhou nas últimas duas temporadas. Como coordenador defensivo, ele ajudou o time do Arizona a ter a sexta defesa mais eficiente da NBA e a chegar às finais, em 2020/21. Anteriormente, ele havia exercido a mesma função no Golden State Warriors (2016-2019), onde conquistou dois títulos.

Ex-atleta, Green atuou na NBA por 12 temporadas. Em 2010/11, ele defendeu a equipe de New Orleans, onde disputou 77 partidas. Como jogador, Green também teve passagens por Philadelphia 76ers (2003-2010), Atlanta Hawks (2011-2012), Los Angeles Clippers (2012-2014) e Orlando Magic (2014-15).

“Quero agradecer à senhora Gayle Benson (proprietária da franquia), ao David Griffin e à organização Pelicans por acreditarem em mim para liderar este talentoso grupo de jogadores. É uma bênção e uma honra ter esta oportunidade em um lugar especial como New Orleans. Estou ansioso para começar a trabalhar”, disse Green.

Os assistentes Charles Lee, do Milwaukee Bucks; Jacque Vaughn, do Brooklyn Nets; e Fred Vinson e Teresa Weatherspoon, do próprio Pelicans; também foram entrevistados para o cargo.

Vale lembrar que, desde 2010, a equipe de New Orleans alcançou a fase de mata-mata somente em três oportunidades, sendo a última delas na temporada 2017/18, quando parou nas semifinais da Conferência Oeste.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER