O prêmio de jogador mais valioso da liga parece destinado a voltar para as mãos de um pivô de ofício após duas décadas. E o treinador do Brooklyn Nets não tem dúvidas sobre quem deve ser o escolhido desse ano. Falando com a propriedade de quem já ganhou o troféu em duas oportunidades, o ex-armador Steve Nash acredita não existir alternativa a não ser premiar o sérvio Nikola Jokic como MVP da atual temporada.

“Claramente, Nikola é o MVP da temporada. Ele manteve esse nível altíssimo de atuação pela temporada inteira, faz todos os seus companheiros melhores e o tudo funciona em seu time conforme seu ritmo. A equipe teve a ‘baque’ da contusão de Jamal Murray e realmente não perdeu embalo. Isso mostra o quão bom esse cara é, dentro de quadra. Não existem dúvidas para mim sobre o prêmio”, cravou o técnico, após a vitória dos nova-iorquinos sobre o Denver Nuggets, no fim de semana.

Não é difícil entender o motivo de Nash ser um fã de Jokic: o atleta europeu é um pivô “diferente” por conta da capacidade de passe comparável a um jogador de armação, o que faz com que seja constantemente indicado como o melhor passador da posição em todos os tempos. Um dos maiores armadores da história da NBA, o hoje treinador vê o líder do Nuggets como alguém que – muito mais do que apenas dar assistências – está preocupado em fazer tudo em sua equipe funcionar.

“Nikola é um passador bastante altruísta e ‘contagioso’ em quadra. Ele pode distribuir as assistências, mas, acima de tudo, faz as leituras certas. Movimenta a bola e gera várias assistências secundárias, aquelas hockey assists, para arremessos livres porque pensa à frente. Seu estilo de jogo é facilitador, disposto a criar para outros e capaz de derrubar o primeiro dominó no ataque”, exaltou o veterano, selecionado para o Hall da Fama como parte da classe de 2018.

Jokic é o favorito das casas de apostas para levar o troféu de MVP da temporada, vendo como principais concorrentes Joel Embiid, Stephen Curry e Giannis Antetokounmpo. O pivô de 25 anos vem se negando a comentar sobre a “corrida” pelo prêmio nas últimas semanas ou fazer campanha para si mesmo. O trabalho de lobby, por isso, foi assumido por Michael Malone: o técnico do Nuggets não se cansa de dar declarações defendendo que o comandado deva ser eleito pela NBA.

“Nikola é o MVP da temporada por tudo o que tem feito por nós, com todas as contusões que sofremos – em especial, depois que Jamal Murray saiu –, o que resume o impacto que possui em todos os aspectos do jogo. Ele é atuante no ataque, na defesa, como um líder, na cultura da equipe. Conseguimos controlar a tempestade de adversidade porque ele jogou excepcionalmente bem e a sua habilidade de fazer todos ao redor melhores”, exaltou Malone, na linha de frente da campanha de Jokic.