Previsão da temporada 2020-21 – Brooklyn Nets

Brooklyn Nets

Quem chegou

Jeff Green (Houston Rockets)
Landry Shamet (Los Angeles Clippers)
Reggie Perry (Draft, Missisipi State)
Bruce Brown (Detroit Pistons)

Quem saiu

Garrrett Temple (Chicago Bulls)
Justin Anderson (Philadelphia 76ers)
Dzanan Musa (Detroit Pistons)
Jamal Crawford (Agente livre)
Wilson Chandler (Agente livre)

Elenco

11- Kyrie Irving: armador, 28 anos
26- Spencer Dinwiddie: armador, 27 anos
4- Chris Chiozza: armador, 25 anos
10- Tyler Johnson: armador, 28 anos
1- Bruce Brown: armador, 24 anos
22- Caris LeVert: ala-armador, 26 anos
13- Landry Shamet: ala-armador, 23 anos
12- Joe Harris: ala, 29 anos
2- Taurean Prince: ala, 26 anos
9- Timothé Luwawu-Cabarrot: ala, 25 anos
7- Kevin Durant: ala, ala-pivô, 32 anos
8- Jeff Green: ala-pivô, 34 anos
14- Reggie Perry: ala-pivô, 20 anos
00- Rodions Kurucs: ala-pivô, 22 anos
33- Nicolas Claxton: ala-pivô, 21 anos
6- DeAndre Jordan: pivô, 32 anos
31- Jarrett Allen: pivô, 22 anos

Projetando o time

Titulares

Kyrie Irving
Caris LeVert
Joe Harris
Kevin Durant
DeAndre Jordan

Principais reservas

Spencer Dinwiddie
Jarrett Allen
Taurean Prince
Jeff Green
Timothé Luwawu-Cabarrot
Rodions Kurucs

Técnico: Steve Nash

O “cara” da franquia

 

Kevin Durant – Após uma temporada longe das quadras, o astro chega para o seu primeiro ano, de fato, como o principal nome do Brooklyn Nets. Dizem que a lesão no tendão de Aquiles pode afetar sua carreira, seu jogo, sua mobilidade. Nos primeiros treinamentos e jogos de pré-temporada, Durant provou o contrário. Ainda é o jogador mais letal da NBA no ataque e vai jogar ao lado de Kyrie Irving, outro atleta com condições de pontuar em profusão. Com eles, o Nets briga pelo título de conferência.

 

Fique de olho!

Caris LeVert – Tudo bem. Muita gente diz que Caris LeVert não é o terceiro astro do Brooklyn Nets. Astro, pode até não ser, mas é um jogador muito acima da média e chegou a jogar como armador no período da “bolha” de Orlando. LeVert pode produzir no ataque criando jogadas ou recebendo bolas, o que deverá ser a tônica com Kyrie Irving e Kevin Durant no time. Caso seu papel seja muito menor do que o esperado e fique sem função específica, é possível que a diretoria busque algum tipo de troca, pois é talentoso e possui muito mercado.

 

O ponto de interrogação

Spencer Dinwiddie – Reserva de Kyrie Irving, Spencer Dinwiddie teve seu nome entre os mais especulados para uma possível troca envolvendo James Harden durante toda a offseason. Mesmo que permaneça e, aparentemente, quer seguir no Brooklyn Nets, seu papel na equipe será bem menor em relação a 2019-20, até porque Kyrie Irving se machucou e ficou longo período afastado. Dinwiddie não é exatamente um organizador de jogadas e prefere criar as próprias jogadas a fazer o mesmo por seus companheiros. Nada de muito diferente da atual NBA, mas ele consegue produzir e é o que importa hoje.

 

O que esperar do Nets em 2020-21?

A meta é vencer de imediato. As chegadas de Kevin Durant e Kyrie Irving na temporada passada serviram para ajustar o elenco que pudesse contribuir para 2020-21, já que Durant não jogaria. Por enquanto, até que se prove o contrário, o grupo para a nova campanha está formado, com um ou outro nome saindo para fechar o número máximo de jogadores (15 e dois two-ways), isso se a NBA não mudar as regras nos próximos dias, aumentando para 17 efetivos por conta do coronavírus.

Steve Nash terá seu primeiro trabalho como treinador e, de cara, pegou um grande desafio: egos inflados de seus astros, tempo de preparação curto e incertezas sobre a chegada de um novo astro (James Harden ou, até mesmo, outro nome). Mas ele não estará desamparado, pois Mike D’Antoni será o seu principal assistente. Os dois trabalharam juntos na época dos dois prêmios de MVP de Nash como jogador.

Irving precisa manter-se saudável por toda a temporada. Com Spencer Dinwiddie como o seu imediato, isso pode ajudar, inclusive, poupando mais o astro em determinados momentos. O Nets não poupou esforços, ainda, para manter o especialista em arremessos Joe Harris. O time vai pagar US$75 milhões pelos próximos quatro anos a ele.

No garrafão, a briga pela titularidade continua. Na temporada passada, Jarrett Allen fez parte do quinteto inicial por quase toda a campanha, mas o experiente DeAndre Jordan ganhou a posição pouco antes da interrupção, em março. Jordan começa o ano como o principal pivô, mas nada que não possa mudar com o tempo.

O Nets vem para brigar por coisas grandes. Pode até não conseguir por diversos fatores, mas não por falta de talento.

Projeção Jumper Brasil

Divisão Atlântico: 1º lugar
Conferência Leste: 1º lugar

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA, como na “Previsão da temporada 2020-21 – Brooklyn Nets”: 

Instagram
YouTube
Twitter
Facebook