Malachi Flynn

Idade: 22 anos
País: Estados Unidos
Universidade: San Diego State
Experiência: junior (terceiro ano universitário)
Posição: armador
Altura: 6’1″ (1,85m)
Envergadura: 6’3″ (1,91m)
Peso: 84 kg

Médias na última temporada: 17.6 pontos, 4.5 rebotes, 5.1 assistências, 1.8 roubo de bola, 0.1 toco, 1.8 desperdício de bola, 44.1% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 37.3% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 85.7% de aproveitamento nos lances livres, 33.4 minutos por jogo

Pontos fortes

– armador que consegue criar para si e para os companheiros, produtivo com e sem a bola nas mãos, e que corre bem a quadra
– elevado QI de basquete (nos dois lados da quadra); tomada de decisões elogiável, um dos melhores jogadores da classe deste ano para atuar no pick-and-roll, seja como passador ou pontuador, comete poucos erros, sabe manipular as defesas adversárias
– sólido passador, com visão de quadra privilegiada; tem capacidade para ser o playmaker principal de sua equipe e operar com maestria no pick-and-roll (onde exibe um vasto repertório de passes), possui um ótimo controle de bola, raramente força passes, faz um bom trabalho na mudança de direções e na leitura dos screens
– versátil arremessador; consegue ser um chutador eficiente em movimento (destaque para os pump fakes) e após o drible (utiliza muito bem os screens), excelente arremessador nas situações de catch and shoot (recebe a bola e arremessa) e spot up (fica parado em um local da quadra, recebe o passe e logo arremessa), possui uma sólida mecânica de arremesso
– ativo e inteligente na defesa de perímetro; destaca-se na ajuda e na marcação sem a bola (tem noção avançada de posicionamento, entende as rotações defensivas, não se perde nas trocas), eficiente na antecipação das linhas de passe

Pontos fracos

– falta de atributos físico-atléticos de elite; carece de um primeiro passo explosivo, não tem muita força física, não é um grande saltador, não possui braços longos, isso pode sua limitar sua produtividade na NBA
– não ataca a cesta com tanta frequência; talvez por conta do corpo franzino, prefere arremessar a infiltrar (apenas 18% de seus arremessos, em meia quadra, foram próximos à cesta, a maioria deles saindo no pick-and-roll)
– não é um bom defensor no um contra um por conta das limitações físico-atléticas, precisa ganhar massa muscular para não ser um alvo dos ataques adversários
– precisa ter um arremesso de média distância mais consistente
– embora seja fácil enxergar sua utilidade na NBA, não se trata de um prospecto que ofereça muito upside

Comparações: Devonte’ Graham (Charlotte Hornets) / Jordan McLaughlin (Minnesota Timberwolves)

Projeção: segunda rodada

Confira alguns lances de Malachi Flynn