O empresário Glen Taylor está finalizando a venda das franquias Minnesota Timberwolves e do Minnesota Lynx por cerca de US$1,5 bilhão. A informação foi divulgada pela ESPN e pelo site The Athletic.

Um grupo encabeçado pelo ex-jogador de beisebol, Alex Rodriguez, e o bilionário do comércio eletrônico, Marc Lore, assinou uma carta de intenções para adquirir ambas as franquias. Até 2023, Taylor seguirá controlando as ações e fazendo o papel de mentor para os novos proprietários.

Rodriguez e Lore têm uma janela de negociação exclusiva de 30 dias para sacramentar o acordo. Vale dizer que a venda do Timberwolves também precisa ser aprovada pelo conselho de proprietários de franquias da NBA.

“Estamos ansiosos para entrar nesta fase do processo com Glen Taylor. Nosso respeito por ele e pelo legado que ele construiu estabelece uma base incrível para o que está por vir. Estamos entusiasmados com a perspectiva de conhecer a organização Timberwolves, o time talentoso e seus fãs incríveis”, disseram Rodriguez e Lore em um comunicado enviado à imprensa.

Alex Rodriguez será um dos proprietários das franquias Timberwolves e Lynx. Foto: Maddie Meyer / AFP

Taylor, de 79 anos, tem um patrimônio líquido de cerca de US$2,5 bilhões. Ele adquiriu o Timberwolves, em 1994, por “apenas” US$88 milhões. A última lista da revista Forbes, divulgada em fevereiro deste ano, aponta que a franquia de Minneapolis vale US$1,4 bilhão.

Em julho do ano passado foi divulgada a notícia sobre a intenção de venda das duas franquias. Na ocasião, Taylor teria deixado claro aos interessados que manter Timberwolves e Lynx no estado de Minnesota seria um pré-requisito para concretizar o negócio. Ou seja, a opção de realocar as franquias estaria fora de cogitação.

Segundo o repórter Adrian Wojnarowski, da ESPN, a manutenção das duas franquias em Minnesota tem sido discutida com os compradores. No entanto, os laços de Rodriguez com Seattle (ele foi atleta do Seattle Mariners, time da MLB) e o desejo da cidade em ter novamente uma franquia da NBA podem se tornar um problema a longo prazo.

Nas últimas 17 temporadas, o Timberwolves chegou aos playoffs apenas uma vez (2018). Na ocasião, o time foi batido pelo Houston Rockets, na primeira rodada, em uma série de cinco partidas. Em 2020/21, a franquia faz a pior campanha da liga e, mais uma vez, está fora dos playoffs.

Já em relação ao Lynx, o período sob o comando de Taylor é marcado por muito sucesso. Fundada em 1999, a franquia é a mais vencedora da WNBA, junto com o Seattle Storm e o extinto Houston Comets. Na década passada, o Lynx foi uma dinastia, com quatro títulos conquistados (2011, 2013, 2015 e 2017). Além disso, a equipe de Minneapolis é detentora do recorde de conquistas da conferência Oeste (seis) e de classificações seguidas (dez) para os playoffs.