O Minnesota Timberwolves está se destacando no mercado como grande favorito para a aquisição de Ben Simmons no mercado. De acordo com Jon Krawczynski, do site The Athletic, a equipe de Minneapolis consolidou-se como a mais forte interessada no astro do Philadelphia 76ers e nunca esteve em uma melhor posição para adquiri-lo. O time, nesse momento, parece ser o caminho mais provável para uma troca do jogador.  

 

O repórter revelou que, nos bastidores, a impressão existente é que o Twolves seria a franquia que “mais quer” o reforço. A concorrência está cada vez mais limitada a um pequeno círculo de interessados. Entre vários especulados, hoje, o único real concorrente para os executivos de Minnesota pelos serviços do armador seria o Toronto Raptors, supostamente com negociações ativas com a direção da Pensilvânia. 

O valor de mercado de Simmons está em queda livre nos últimos dias. O estopim desse movimento foi a notícia de que seus representantes oficializaram um pedido de troca ao Sixers. Espera-se que ele seja negociado antes da pré-temporada, até porque o risco do atleta não se reapresentar para iniciar a preparação com o elenco ameaça derrubar (ainda mais) o poder de negociação da cúpula liderada por Daryl Morey. 

 

Pedido de troca “mina” direção do Sixers

Krawczynski relata que o “vazamento” da solicitação de troca do jogador pode ter sido uma resposta à inércia da equipe da Philadelphia. “Eu acho que existe frustração entre os agentes de Ben pela falta de atividade e avanço. Nenhuma conversa chegou sequer perto de um acordo. Estão tentando, então, dar um claro sinal de que retornar para mais uma temporada com um time simplesmente não é uma possibilidade”, contou o jornalista. 

Agora, a grande dúvida pelos lados do Timberwolves gira em torno da possibilidade de conseguir a aquisição de Simmons até sem envolver nenhum dos seus três principais jogadores: o armador D’Angelo Russell, o ala-armador Anthony Edwards e o pivô Karl-Anthony Towns. É amplamente esperado que o Sixers faça “jogo duro” pela inclusão, no mínimo, de Edwards no negócio.  

 

Ativos ou ajuda imediata?

A equipe da Philadelphia está em uma condição pouco usual para quem se vê obrigado a negociar um astro: é um time competitivo, candidato ao título do Leste, e poderia estar mais interessada em reforços imediatos do que prospectos. Krawczysnki indica, porém, que esse pode não ser o caso: a franquia, na verdade, deseja estocar ativos preparando-se para possível investida, mais à frente, pelos astros Damian Lillard e Bradley Beal.   

O repórter não descarta que, a partir de agora, a representação de Ben Simmons decida “esquentar” ainda mais o clima para forçar uma saída para o favorito Timberwolves ou qualquer outro interessado o mais rápido possível. Finalista ao prêmio de melhor jogador defensivo da liga nesse ano, o armador de 25 anos registrou médias de 14.3 pontos, 7.2 rebotes e 6.9 assistências na temporada passada.  

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER