James Harden ainda aguarda pela troca que vai tirá-lo do Houston Rockets, mas está pronto para entrar em quadra na pré-temporada. O treinador Stephen Silas confirmou que o astro participou das atividades com o restante do elenco pela primeira vez nesta segunda-feira e, mesmo com (prováveis) minutos limitados, ele disputará a partida de preparação diante do San Antonio Spurs, na terça. O anúncio veio após uma conversa franca entre o atleta e o novo comandante da equipe.

“Nós tivemos uma boa conversa hoje. Falamos sobre basquete, como técnico e jogador, e posso dizer que ele está comprometido com o nosso trabalho em quadra. James está focado, fazendo boas perguntas e dando sugestões pertinentes. Eu estou satisfeito. Se vocês quiserem saber sobre rumores e coisas assim, essa é uma questão que deve ser feita diretamente para ele”, afirmou o ex-assistente do Dallas Mavericks, em entrevista coletiva depois do treino desta segunda. 

Harden já havia se reapresentado ao Rockets na semana passada, mas, depois de ser flagrado em um cassino de Las Vegas sem usar máscara, foi punido pela NBA com a exigência de passar por sete exames de COVID-19 em dias seguidos com resultados negativos antes de poder realizar treinamentos coletivos. Essa situação, obviamente, somou-se à “novela” de seu pedido de saída de Houston para deixar o ambiente da franquia ainda mais estranho. 

Uma troca envolvendo o armador, por sinal, parece tornar-se um desafio maior a cada dia. O repórter Shams Charania, do site The Athletic, apurou que a equipe não possui qualquer interesse em ofertas do Brooklyn Nets – considerado, até então, o time com mais ativos para viabilizar uma negociação. Agora, a situação piorou: segundo Yaron Weitzman, do podcast Can’t Jump, os texanos exigirão Ben Simmons e três escolhas de primeira rodada de draft para conversar com o Philadelphia 76ers. 

Além de Harden, o Rockets também contou com o retorno de P.J. Tucker nos últimos treinos e o ala-pivô também estará em quadra nesta terça. “Eles não estão tão atrás assim dos demais. Estamos tratando de dois jogadores espertos e que entendem as coisas muito, mas muito rápido. Quando você trabalha com ótimos atletas, vai notar que esses caras compreendem o que está acontecendo antes de todo mundo. Não havia nada de novo para os dois”, concluiu Silas. 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook