Um dos melhores jogadores da NBA está envelhecendo e, obviamente, o corpo começa a dar sinais naturais de desaceleração. LeBron James retornou às quadras após 20 jogos fora de ação por conta de uma entorse no tornozelo direito e admite para o torcedor do Los Angeles Lakers que a sua versão mais plena fisicamente oficialmente ficou para trás. O astro de 36 anos fez uma avaliação realista de sua condição física voltando de lesão.

“O meu tornozelo ainda parece meio travado de vez em quando, obviamente. Acho que é normal. Eu sempre soube que não retornaria à minha forma física ideal. É impossível, infelizmente. Já estou consciente de que nunca vou voltar a estar 100% fisicamente em minha carreira”, reconheceu o veterano craque, considerado um dos maiores exemplos de durabilidade e resistência físico-atlética da história da NBA.

Para um jogador tão durável quanto LeBron, quase um super-herói para muita gente, os últimos tempos foram historicamente incomuns: o afastamento de seis semanas foi o maior de sua carreira profissional, potencializado pelo número de partidas proporcionado por uma temporada frenética. Sua maior ausência anterior havia acontecido no primeiro ano pelo Lakers, quando ficou longe das quadras por cinco semanas.

“Estou com o senso de urgência no máximo desde que sofri a lesão. Esse sou eu. Vocês podem acreditar que o tempo que passei em trabalho de reabilitação foi muito maior do que o tempo que dormi nesse período. Recuperação foi tudo em que pensei nas últimas seis semanas. Tudo o que fiz nesse intervalo foi encarar voltar a jogar como a coisa mais urgente da minha vida”, garantiu o futuro integrante do Hall da Fama.

A volta de LeBron acontece em circunstâncias muito mais complicadas do que gostaria, certamente: o Lakers está empatado com Dallas Mavericks e Portland Trail Blazers na classificação, com chances reais de cair para a zona de repescagem. O atual campeão disputando o play-in seria uma enorme surpresa. O astro não sabe qual será o (pouco usual) caminho dos angelinos até o título, mas está pronto para enfrentá-lo de frente.

“Faltam menos de dez partidas para o fim da temporada. E tem sido uma extraordinária campanha, obviamente. Não é a maneira como gostaríamos de estar chegando a esse momento, mas estamos ansiosos pelo desafio de alcançar o topo novamente. É assim que vai ser. A temporada foi assim e temos que fazer o máximo com nossas condições agora”, concluiu o craque, às vésperas de entrar em “modo playoffs”.